A Agência de Polícia de Seul está investigando a Bithumb, a maior bolsa de criptomoedas da Coreia do Sul, por suposta fraude relacionada a uma venda de tokens que arrecadou mais de R$ 134 milhões.

De acordo com um relatório publicado pelo jornal mais antigo do país, o Seoul Shinmun, os escritórios da Bithumb foram invadidos por autoridades devido à suposta pré-venda de seus tokens BXA nativos.

Segundo informações, a empresa vendeu 30 bilhões de wons (cerca de R$ 134 milhões) em tokens para investidores, mas acabou não listando-os, acarretando em enorme prejuízo para os compradores.

A plataforma BTHMB, originária de Cingapura, estava adquirindo a sul-coreana corretora de criptomoedas, mas não realizou os últimos pagamentos.


Quer ganhar Bitcoins?
A gente te ajuda nisso.
Abra uma conta grátis!


 

Como parte do negócio, o token BXA seria vendido a investidores e listado na exchange. Enquanto isso a BTHMB obteria uma participação de 51% na Bithumb.

Para os investidores, os tokens foram vendidos por 150 a 300 KRW (R$ 0,70 a R$ 1,34) cada, e um total de 300 participantes investiram na oferta inicial de tokens.

Conforme o tempo passou e o token BXA não foi listado na Bithumb, ele continuou perdendo valor até o ponto em que cada token agora vale 3 KRW (R$ 0,014)

Segundo relatos, um investidor aportou um milhão de dólares no token, mas agora o investimento vale “pouco mais de dez mil dólares”.

De acordo com o relatório, os investidores foram garantidos que o token BXA seria equivalente à Bithumb Coin lançada recentemente.

O presidente da Bithumb, Lee Jung-hoon, agora está sendo acusado de fraude e venda ilícita de fundos no exterior.

Este é notavelmente o segundo escândalo relacionado a uma bolsa de criptomoedas sul-coreana em uma semana, já que a polícia também investigou recentemente a Coinbit por supostamente inflar o volume da plataforma.

De acordo com as autoridades, o “wash trading” da Coinbit levou a “lucros injustos” de pelo menos 100 bilhões de wons (cerca de R$ 45,11 milhões) para a bolsa de criptomoedas e sua equipe.


BitPreço, o maior marketplace da América Latina. Compare os preços das principais exchanges do Brasil e mundo, e compre Bitcoin, Ethereum e USDT pelo melhor preço sempre.

Crie sua conta grátis agora!