Cointimes
Altcoins

Mais de 80% das criptomoedas ainda acumulam baixa de 90% desde 2018

Desde que a maior parte das criptomoedas atingiram suas máximas históricas em janeiro de 2018, cerca de 83% delas ainda não se recuperaram do mercado de baixa que sucedeu a grande alta.

Embora muitas altcoins surfaram na onda da recente alta do Bitcoin, que recuperou suas perdas de 2018 e chegou a dobrar o recorde histórico de 20 mil dólares, muitas se mantém em bem abaixo do que eram negociadas em 2017 e 2018.

De acordo com o analista Matt Casto, “manter ativos que atingiram altas marcas há mais de 3 anos atrás está provando ser um enorme custo de oportunidade perdido para a implantação de capital.”

Usando dados da Messari Crypto, Casto mostrou que algumas criptomoedas chegam a apresentar baixas superiores a 99% nos últimos 3 anos. É o caso das altcoins BitCore (BTX), NXT (NXT), Santiment Network Token (SAN), Dentacoin (DCN), DigitalNote (XDN), Ambrosus (AMB), entre outras.


Quer ganhar Bitcoins?
A gente te ajuda nisso.
Abra uma conta grátis!


 

Você pode consultar os dados de desempenho das criptomoedas desde suas máximas históricas no Coingolive.

Veja também: Desenvolvedores do Bitcoin Core obedecem Craig Wright e tiram White Paper do ar


BitPreço, o maior marketplace da América Latina. Compare os preços das principais exchanges do Brasil e mundo, e compre Bitcoin, Ethereum e USDT pelo melhor preço sempre.

Crie sua conta grátis agora!

 


 

Related posts

Ethereum 2.0 vai lançar em alguns meses, afirma desenvolvedor

Neto Guaraci
1 ano ago

Zcash quer escalar para 10 bilhões de pessoas até 2050

Cointimes
1 ano ago

Quem operar impressora 3D na Lua pode ganhar milhões em criptomoedas

Cointimes
2 meses ago
Sair da versão mobile