Cointimes
Mercado

Mercado de ações parece barato? Esses bilionários discordam

bilionário Carl Icahn

Investidores bilionários como Mark Cuban, Paul Tudor Jones e Carl Icahn, que possui um patrimônio líquido de US$ 21,5 Bi, agora esperam que o mercado de ações sofra mais uma queda em breve.

A bolsa americana permaneceu relativamente estável nas últimas três semanas, enquanto os investidores esperam que as economias reabram em maio.

Icahn acredita em uma queda no curto prazo

Do seu ponto mais alto do ano, o mercado de ações dos EUA caiu quase 36%, com o Dow Jones Industrial Average despencando de 29.200 pontos para o mínimo de 18.591 pontos em 23 de março.

Níveis de volatilidade sem precedentes se espalharam pelo mercado de ações e afetaram praticamente todas as outras classes de ativos, incluindo metais preciosos.

Em entrevista à Bloomberg, Icahn disse que sua empresa, Icahn Capital Management, sofreu porque “nem os hedges nos impediram de perder dinheiro”.

Icahn observou que as oportunidades surgiriam da crise, mas, no curto prazo, enfatizou que as grandes tendências de baixa estão prestes a atingir o mercado de ações.

Ele disse:

“Enquanto você tem que ser extremamente cuidadoso neste mercado… acho que surgirão boas oportunidades. Mas não posso falar sobre isso no curto prazo. A curto prazo, acho que você pode ter algumas grandes tendências de baixa, é assim que penso agora.”

Quando perguntado sobre o fundo de 23 de março do mercado de ações dos EUA e se poderia potencialmente cair ainda mais, Icahn sugeriu que as ações poderiam revisitar os mínimos.

O investidor, que trabalha com médicos especialistas e médicos da Escola de Medicina Icahn no Monte Sinai, expressou sérias preocupações com a contagiosidade e a gravidade do coronavírus.

Icahn disse que o coronavírus pode ser recorrente e ocorrer em surtos, o que pode afetar a recuperação do mercado de ações.

Se a economia dos EUA e o mercado de ações demonstrarem uma recuperação adequada a médio e longo prazo, Icahn disse que as chamadas ações da “economia real”, e não as de tecnologia, que se beneficiariam mais.

Bilionários Mark Cuban e Tudor Jones ecoam sentimentos semelhantes

Um número crescente de investidores nos EUA está vendendo ações e alternativas mais seguras devido ao crescente ceticismo em relação ao retorno da economia.

Em 8 de abril, no Closing Bell da CNBC, Cuban observou que os investidores estão naturalmente otimistas, mas estão lutando para precificar o que pode acontecer “do outro lado”.

Paul Tudor Jones, fundador da Tudor Investment e da JUST Capital, disse da mesma forma na Squawk Box que as ações podem testar novamente seus pontos baixos até que o surto de coronavírus nos EUA atinja seu pico.

O tema comum entre os investidores bilionários é que, embora a tendência de curto prazo do mercado de ações pareça baixa, em três a quatro meses, é provável que o mercado esteja em uma sólida fase de recuperação.

Conclusão

Tanto nos Estados Unidos quanto no Brasil, o mercado de ações parece estar aberto com descontos. Várias empresas da Bolsa de Valores de São Paulo estão inclusive sendo negociadas abaixo de seu valor patrimonial.

No entanto, diante de inúmeras incertezas, os investidores estão com dificuldade de realizar avaliações das ações das empresas. De acordo com os últimos balanços soltados por elas, claro, elas parecem uma pechincha, mas quando os números foram publicados, a economia era outra.

Veremos como o mercado vai reagir aos resultados mais recentes das empresas.

BitcoinToYou –  Negocie criptomoedas sem pagar taxa
 
A primeira corretora do Brasil, negociamos criptomoedas desde 2010. 
Abra sua conta grátis!
 

Compre Bitcoin na Coinext
Compre Bitcoin e outras criptomoedas na corretora mais segura do Brasil. Cadastre-se e veja como é simples, acesse: https://coinext.com.br

Sair da versão mobile