Cointimes
Bitcoin

Mineradores venezuelanos que foram desconectados da rede devem voltar à operar em 48 horas

Mineração de bitcoin

Um grupo de mineradores venezuelanos de Bitcoin que foram desconectados da rede elétrica por autoridades regionais pode retomar as operações nas próximas 48 horas, de acordo com o órgão fiscalizador nacional de criptomoedas, o Sunacrip.

A instituição se reuniu com os mineradores na quarta-feira, e garantiu que fará os ajustes necessários com as autoridades regionais para permitir que eles voltem a operar normalmente, e para evitar novas interrupções no serviço.

O Sunacrip também afirmou que os mineradores desconectados estavam operando em “parques industriais adequados à atividade, e que, com os seus rendimentos, contribuem para a recuperação do sistema elétrico nacional.”

Na reunião, não foi mencionado o real motivo da suspensão da energia utilizada pelos mineradores.

Contingência de energia

Algumas pessoas ligadas ao assunto afirmaram que esses mineradores foram desligados da rede elétrica devido a uma contingência de energia do estado. Apesar disso, até o momento ainda não houve declarações oficiais explicando o motivo por trás dessas ações.

Embora não haja números oficiais sobre a mineração na Venezuela, estima-se que grande parte do hashrate que opera no país o faz sem uma licença da Sunacrip. 

Nas redes sociais, muitas pessoas afirmaram que os responsáveis pela ação deveriam ressarcir os mineradores pelos prejuízos causados ​​por esse tipo de ação, ressaltando que, assim, essas ocorrências podem se tornar menos comuns no futuro. 

Leia mais:

Compre e venda Bitcoin e outras criptomoedas na Coinext
A corretora completa para investir com segurança e praticidade nas criptomoedas mais negociadas do mundo.
Cadastre-se e veja como é simples, acesse: https://coinext.com.br

Posts relacionados

Bitcoin ultrapassa $10.000 pela primeira vez desde 2018

Neto Guaraci
22 de junho de 2019

Minuto Cointimes – Estado brasileiro quebrado e gato para minerar bitcoin

Cointimes
2 de maio de 2020

Goldman Sachs: "Economia global já saiu do fundo do poço"

Cointimes
27 de fevereiro de 2019
Sair da versão mobile