Hoje é dia de Minuto Cointimes, seu resumo semanal de notícias sobre o mundo das criptomoedas.

O governo alemão vendeu mais de 13 milhões de euros em criptomoedas.

moeda bitcoin na bandeira da alemanha

As criptomoedas foram adquiridas em uma operação policial, na qual as autoridades fecharam um site que vendia e-books e audio books ilegalmente.

Na operação foram apreendidos 1312 bitcoins, 220 ethers e 1312 bitcoins gold.

O governo alemão, preocupado com a flutuação de preço dos ativos, resolveu abrir uma venda de emergência e conseguiu 13 milhões de euros liquidando as criptomoedas.

Veja mais no site da Cointelegraph.

Game no blockchain ajuda hospital

O hospital das crianças de Seattle ganhou mais de 15 mil dólares em uma ação de caridade de um jogo em blockchain.

O game é o Criptokitties, já conhecido pelas leitores do Minuto Cointimes. A iniciativa para campanha veio de Bella, uma garota de 11 anos de idade e fã do jogo. Ela e seu pai Brian resolveram doar alguns de seus gatos digitais e acabaram criando a iniciativa k4C “Kitties for Children” ou Gatinhos para Crianças.

É incrível como a nova economia baseada em blockchain é capaz de agilizar processos. Se Bella quisesse fazer a mesma coisa mas com colecionáveis físicos, ela e seu pai teriam que se preocupar com toda a logística da operação e até mesmo com possíveis impedimentos legais.

https://cointimes.com.br/games-no-blockchain/

Saiba mais sobre essa ação no site da Coindesk.

Metrô de praga conta com 10 novos caixas de Bitcoin

ATM de bitcoin minuto cointimes

A empresa General Bytes, uma das maiores fabricantes de ATMS de bitcoin do mundo, anunciou a instalação de 10 novas ATMS de Bitcoin no metrô de praga.

A ação vai impactar mais de 1,6 milhões de passageiros e as máquinas vão se somar às 17 ATMs já existentes na capital da República Tcheca.

O país é considerado um hub importante para as criptomoedas na europa, pois o governo se mostra amigável ao bitcoin.

Itaú no Chile é obrigado a reabrir contas de Exchanges

A briga entre a nova economia e os velhos bancos continua no Chile.

Dessa vez o Banco Estado (único banco estatal do país) foi o primeiro a reabrir as contas das exchanges, que foram ilegalmente fechadas no mês passado.

Outros bancos como o Itaú e o Scotiabank, ainda vão reabrir as contas bancarias das exchanges de bitcoin. O único recurso legal para os bancos é a suprema corte, todos os recursos nas cortes anteriores foram negados.

Diversos bancos estão usando sua influência para matar a inovação, destruir o novo sistema econômico virou prioridade para um modelo de negócios antigo e decadente. No Brasil a situação não é diferente, resta saber se  justiça será tão imparcial quanto a chilena.

Veja mais detalhes sobre o caso no site da Coindesk.