Nesta segunda-feira (17), depois de outra tentativa malsucedida de superar US$ 44.000, o bitcoin (BTC) retrocedeu mais uma vez e caiu abaixo de US$ 43.000, segundo o CoinGoLive

Confira no Resumo de Mercado de hoje o impressionante salto da Cardano (ADA) de 13% em uma escala diária e um aumento mais notável de 30% na semana passada. Veja também por que a política monetária do FED tem tudo para permanecer no centro das atenções dos investidores tanto aqui como lá fora.

movimentações do BTC
Ranking de Criptomoedas – Fonte: CoinGoLive.com

Bitcoin abaixo de US$ 43 mil

Antes do fim de semana, a principal criptomoeda caiu US$ 2.000 para um mínimo abaixo de US$ 42.000 depois de não recuperar US$ 44.000. Os ursos do bitcoin mandaram aquele abraço em especial para os hodlers do Rio de Janeiro. 

Escute o Bits Semanais: Rio de Janeiro comprará bitcoin? Resumo da semana.

Como os ursos queriam ver sangue, os touros defenderam-se em seguida. Em questão de horas, eles levaram o ativo para o norte para mais de US$ 43.000 no sábado. O cenário parecia ainda mais positivo na manhã de domingo, com um salto para pouco menos de US$ 44.000. 

Mas, como aconteceu nas tentativas anteriores de superar essa linha, o BTC falhou. Ele caiu alguns milhares de dólares e permaneceu abaixo de US$ 43.000 desde então. Sua capitalização de mercado está acima de US$ 810 bilhões e sua dominância líquida caiu para 60%. 

Política monetária do FED deve permanecer no centro das atenções

Em meio às oscilações de humor dos investidores quanto ao caminho do aperto monetário nos EUA, os índices americanos fecharam a semana com queda leve: Nasdaq cedeu 0,28%, S&P 500 caiu 0,30% e Dow Jones baixou 0,88%.

Nós vimos na semana passada também o Bitcoin sobindo 5% enquanto inflação dos EUA chegava a 7%, já que para o investidor americano que investe na criptomoedas percebeu claramente o impacto das políticas monetárias do país no dólar

Leia também: Como o dólar influencia o Bitcoin: após a queda das torres, moeda perde hegemonia 

No Brasil, por outro lado, o bom humor do mercado persistiu. O Ibovespa encerrou a semana com ganho acumulado de 4,1%, aos 106.928 pontos, e o dólar teve baixa de 2,12%, para R$ 5,51.

O que tem o FED de tão importante? 

Para você, investidor brasileiro, toda essa movimentação do banco central dos Estados Unidos na direção do aperto monetário significa uma maior atratividade dos Títulos de Dívida do Tesouro americano, diminuição do apelo de ativos de risco, como as bolsas, e os de países emergentes como o Brasil. 

Para o setor privado, em especial as empresas que tomam crédito no exterior, os empréstimos vão encarecer, a dívida corporativa pode aumentar e a percepção do valor de uma companhia na bolsa pode diminuir, refletindo em seus papéis no mercado. 

Por isso os investidores prestam atenção nos movimentos do Banco Central. Até porque a agenda política brasileira não está tão movimentada. 

O que você não pode deixar de acompanhar é o protesto do sindicato dos funcionários do BC que está marcado para amanhã. O Sindicato Nacional dos Funcionários do Banco Central (SINAL) quer receber um reajuste salarial de 28,86%, que seria baseado na diminuição do poder de compra do brasileiro desde 2017 – quando aconteceu o último reajuste. 

ADA sobe 30% em uma semana 

As moedas alternativas tiveram um final de semana sem muitas oscilações para baixo. Entre as maiores altcoins por capitalização de mercado, a Cardano se destacou com 13,4% de alta em um dia. 

A ADA esteve em alta na semana passada, aumentando cerca de 30% neste período. Em uma escala diária, a ADA aumentou 13% e está bem acima de US$ 1,5.

O Ethereum imitou o desempenho do BTC em grande parte ultimamente, incluindo uma queda abaixo de US$ 3.000 na última segunda-feira. Somente nas últimas 24 horas, o ETH caiu 1,34% e agora está em torno de US$ 3.280.

O resultado das principais altcoins nas últimas 24 horas é o seguinte: Ethereum (-1,34%), Binance Coin (-2,13%), Cardano (+13,40%), Solana (-3,52%), Ripple (-1,46%), Terra (-4,80%), Polkadot (-4,23%),  Dogecoin (-5,79%), Avalanche (-3,90%), Polygon (+3,14%) e Shiba Inu (-3,47%). 

De acordo com o CoinGoLive, a capitalização de mercado de todos os ativos cripto chegou nesta segunda-feira a cerca de US$ 2,17 trilhões.


Acompanhe as notícias do mercado cripto no grupo do Telegram do Cointimes (acesse) e tenha um ótimo dia de negociações.

Compre Bitcoin na Coinext
Compre Bitcoin e outras criptomoedas na corretora mais segura do Brasil. Cadastre-se e veja como é simples, acesse: https://coinext.com.br