O Dow e o mercado de ações mais amplo dos EUA estão saindo de uma semana volátil, com dados econômicos sombrios e um aviso severo de um importante funcionário do Federal Reserve sobre o sentimento dos investidores.

Agora, uma das pessoas mais qualificadas de Wall Street está advertindo sobre um selloff mais acentuado para o Dow, à medida que ela se aproxima de um nível de suporte essencial.

Alex Matturri, CEO da S&P Dow Jones Global Indices, fala sobre os riscos no mercado:

Art Cashin: Bulls estão na defensiva

Art Cashin, diretor de operações do UBS, foi à CNBC na sexta-feira para alertar sobre um potencial selloff a longo prazo para a Dow.

Em uma entrevista no “Squawk Alley”, Cashin disse que o mercado está em um “período de testes” e que os “otimistas estão claramente na defensiva”.

Cashin diz que o nível de suporte de 22.900 é “absolutamente crítico” para o Dow. Se o índice blue-chip cair abaixo desse nível, os investidores deverão se preparar para uma tendência de baixa de longo prazo.

O Dow na sexta-feira fechou em 23.685,42, que é 3,3% superior ao nível vital identificado pelo Cashin. O índice caiu cerca de 1.000 pontos, ou 3,9%, em relação à alta de 29 de abril.

Dow Jones Industrial Average neste ano
O ano da montanha-russa da Dow, de altas recordes a baixas de vários anos em meio ao coronavírus. | Gráfico: Yahoo Finance

Embora Cashin não tenha identificado o tamanho da queda do Dow , a baixa de 23 de março de 18.591,93 é um dos alvos mais óbvios para uma retração.

Sem apoio de Trump

A pandemia de coronavírus causou um golpe significativo na capacidade do presidente Trump de falar da bolsa de valores.

Concentrar-se na China – por suas práticas comerciais manipuladoras e por não alertar o mundo sobre os perigos do Covid-19 – Wall Street não é mais a principal prioridade de Trump para a eleição.

Art Cashin ecoa essa visão e acha que os investidores já estão se preparando para uma nova rodada de retórica “anti-China”.

“Os traders estão preocupados não apenas com a Huawei“, disse Cashin em referência aos EUA restringindo as vendas de semicondutores à gigante chinesa de telecomunicações.

“Eles acham que há uma chance da equipe do presidente adotar um tratamento anti-China do vírus como parte do tema das eleições. E isso trará mais solavancos comerciais, e manterá os bulls na defensiva por semanas, se não meses.”

Analistas dizem que a retomada de uma guerra comercial entre EUA e China é o risco mais considerável para o mercado de ações.

Para Trump, colocar a China no fogo pode ser necessário para que os eleitores dos Estados Unidos participem de sua reeleição.

Compre e venda Bitcoin e outras criptomoedas na Coinext
A corretora completa para investir com segurança e praticidade nas criptomoedas mais negociadas do mundo.
Cadastre-se e veja como é simples, acesse: https://coinext.com.br