Transferir dados do mundo real para redes complexas de blockchain tem sido um problema que muitas empresas na indústria tentam resolver. Poucos, no entanto, conseguiram ganhar tanto a participação de mercado quanto a popularidade do Chainlink, uma rede de oráculos descentralizada com sede nas Ilhas Cayman.

A empresa fornece oráculos seguros para algumas das maiores empresas do mundo, incluindo Google, Oracle e SWIFT. E agora, a Blockchain Services Network (BSN) se tornou a mais recente grande empresa a empregar o oráculo da Chainlink.

Anunciadas pela primeira vez em um comunicado de imprensa em 24 de junho, as notícias sobre o envolvimento da BSN com o Chainlink causaram alvoroço na comunidade de cripto, como muitos acreditavam, embora de maneira errada, que a Chainlink chegasse aos blockchains operados pelo governo chinês.

A BSN não é operada diretamente com o governo chinês, pois é um consórcio de blockchain de propriedade privada que consiste em empresas de blockchain tanto privadas quanto apoiadas pelo governo.

O Centro de Informações do Estado (SIC) da China é um dos membros da BSN e esteve envolvido no estabelecimento da BSN junto com a China Mobile Communications Corporation, a China UnionPay Co. Ltd. e a Beijing Red Date Technology Co. Ltd.

As notícias sobre a integração da BSN com a Chainlink são certamente grandes para as duas empresas. Trazer a funcionalidade do oráculo Chainlink para a rede BSN permitirá que governos e empresas incorporem dados validados do mundo real em seus aplicativos BSN usando oráculos Chainlink através do hub de serviços de inter-cadeia IRITA.

O SNZ Pool, um operador profissional de proof-of-stake (PoS) estará executando os nodes que suportam toda a operação, disse o BSN em seu comunicado à imprensa.

Integração do BSN aos oráculos Chainlink
Ilustração da integração da BSN aos oráculos Chainlink. (Fonte: BSN)

Como parte dessa integração, a Chainlink, o IRITA e o SNZ Pool contribuirão para o desenvolvimento e crescimento fundamentais do BSN. A Chainlink, de acordo com o comunicado da BSN, será integrada ao BSN por meio de um produto blockchain do consórcio construído usando o Cosmos/IRIS SDK chamado IRITA.

Será o hub de serviços da IRITA que permitirá que os blockchains da rede BSN recebam dados externos da cadeia por meio de oráculos Chainlink, um feito que será facilitado pelo SNZ Pool que operará os nodes.

Embora ainda seja incerto quando o BSN verá toda a funcionalidade dos oráculos da Chainlink, um protótipo em funcionamento já está em andamento. Yifan He, CEO da Red Date Technology e co-fundador da BSN, disse que a equipe de integração planeja apresentar uma demonstração de trabalho “em breve”.

“Um dos principais objetivos do BSN é fornecer interoperabilidade a todos os Dapps, independentemente de serem para cadeias autorizadas ou públicas. Na BSN, cada Dapp deve poder chamar qualquer outro Dapps de uma maneira muito conveniente e de baixo custo”, afirmou ele no comunicado.

Xiang Dai, o vice-secretário da BSN Development Association e o diretor de planejamento e consulta do China Mobile Group Design Institute, disse que, usando as redes Chainlink e IRISnet, todos os Dapps no ecossistema BSN poderão se conectar a fontes confiáveis ​​fora do BSN.

“Acreditamos que essa integração transformará aplicativos blockchain e promoverá um maior crescimento do ecossistema BSN – na China e em todo o mundo”, acrescentou.