Os rumores que o Paypal vai começar a permitir a compra de bitcoins estão se intensificando, fazendo o preço da moeda subir significativamente nas últimas 24 horas.

Os rumores começaram há 6 dias, quando uma vaga de Technical Lead  – Crypto Engineer surgiu no LinkedIn do Paypal

“A função inclui projetar, desenvolver e manter produtos / recursos de criptomoedas chaves  direcionados à disponibilidade, desempenho e escalabilidade dos serviços do PayPal”

diz a descrição da vaga.
vaga linkedin paypal

Movimento “MeToo” ganha força

O Paypal nunca foi crypto-friendly, inclusive ele é conhecido por bloquear as contas de traders e negociadores de criptomoedas. Contudo, a competição talvez tenha feito a companhia mudar de ideia.

No início do ano o concorrente CashApp relatou uma receita de US$135 milhões, impulsionado fortemente pelo Bitcoin. O Cash App foi criado pela Square e é concorrente do app Venmo feito pelo Paypal.

Apesar do Venmo ter uma grande vantagem devido ao apoio do já consolidado Paypal, a falta de recursos como compra de Bitcoin talvez esteja fazendo a diferença na taxa de crescimento das duas companhias.

Para não ficar para trás, talvez o Paypal apresente um produto que permita a compra e negociação de Bitcoins dentro da plataforma. Há rumores de que eles estão trabalhando com a exchange Bitstamp para entregar o produto nos próximos 3 meses, segundo fontes da Coindesk.

Então, naturalmente está nascendo o movimento Me Too, no qual as grandes companhias começam a aceitar compra de bitcoins por outras empresas já aceitarem. E é bem possível que isso chegue ao Brasil em algum momento. 

#MeTooBitcoin

Preço do Bitcoin e história

Claro, rumores desse tamanho fizeram o preço do bitcoin chegar a superar os US$9.500,00 e alguns especialistas acreditam que se a notícia for verdadeira pode acontecer um forte pump.

Talvez seja relevante lembrar que o Paypal foi uma das empresas que colocou o Bitcoin em destaque em 2010. A companhia bloqueou as contas do Wikileaks, fazendo com que a organização usasse bitcoin para manter seus servidores.

“O PayPal permitirá que as pessoas comprem #Bitcoin. Paypal é a empresa que congelou a conta do Wikileaks e colocou #Bitcoin no mapa em 2010. Levou apenas uma década para que isso chegasse a um círculo completo.”

afirmou o desenvolvedor Jimmy Song