Depois de tentarem censurá-lo economicamente, o livro Permanent Record do vazador de dados Edward Snowden está sendo usado por hackers para espalhar malwares.

Hackers estão enviando e-mails falsos com supostas cópias gratuitas do livro “Permanent Record“, dizendo que o governo censurou a obra e agora ela está sendo distribuído de graça.

Acontece que ao baixar o suposto livro, você é infectado por um malware chamado de Emotet.

O vírus abre as portas do dispositivo do usuário para instalação de outros malwares capazes de, por exemplo, procurar por dados financeiros. Ele foi classificado pelo Departamento de Defesa dos Estados Unidos como “um dos mais destrutivos” malwares na internet.

O livro tem batido recordes de vendas, ele conta a história da vida de Edward Snowden e como um garoto que cresceu online em uma pacata cidade na Carolina do Norte virou um espião e um dos maiores vazadores de dados da história dos Estados Unidos.

Fonte: Bloomberg