A XP Investimentos decidiu cortar a recomendação de compra da Petrobras (PETR4), baixando de compra para neutro por conta da polêmica sobre o preço dos combustíveis.

De acordo com a gestora, a política de preços de combustíveis deve continuar, ou seja, o imbróglio envolvendo o governo se estenderá por mais meses.

Petrobras (PETR4): justiça extingue ação de hipoteca judiciária da Previ
Petrobras (PETR4): justiça extingue ação de hipoteca judiciária da Previ

Relatório

Em relatório assinado pelos analistas Gabriel Francisco e Maira Maldonado, a gestora afirma que a mudança de recomendação reflete essencialmente a visão de que existem riscos cada vez mais elevados de que a política de preços de combustíveis da Petrobras não obedeça a referências internacionais de preços de combustíveis, além de uma margem adicional para custos de importação.

“Com base nessa mudança de visão, esperamos margens de refino menores no futuro, não apenas devido às menores margens sobre os combustíveis produzidos nas refinarias, mas também devido às importações de derivados com prejuízo para cobrir a demanda interna, especialmente no caso do diesel. Como resultado, esperamos resultados mais baixos e menor geração de caixa no futuro, o que implica em uma menor visão de valor das ações”, destacou.

E disse mais: “essa mudança de visão ocorre apesar da recente coletiva de imprensa realizada em 5 de fevereiro pelo Presidente da República Jair Bolsonaro, principais ministros e o presidente da Petrobras, durante a qual todos defenderam a independência da política de preços de combustíveis da Petrobras, além da independência de gestão da companhia. Também foram abordadas em tal coletiva propostas na frente tributária para conter os impactos dos aumentos de preços de combustíveis como resultado de desvalorização do Real e alta dos preços de petróleo Brent.”

A XP diz ainda que por mais que considera as mensagens da coletiva de imprensa como positivas no que diz respeito à defesa da independência da Petrobras – assim como o mercado, tendo em vista a sólida performance de até 4% das ações da petroleira durante o pregão –  a gestora diz notar que discussões tributárias tanto na esfera federal (PIS / COFINS) quanto na estadual (ICMS) não devem render frutos de curto prazo, especialmente tendo em vista o complexo cenário fiscal.

Veja PETR4 na Bolsa:

Petrobras (PETR4): justiça extingue ação de hipoteca judiciária da Previ
Petrobras (PETR4): justiça extingue ação de hipoteca judiciária da Previ
  • Só clique aqui se já for investidor

O post Petrobras (PETR4): por polêmica sobre preços, XP Investimentos corta recomendação apareceu primeiro em 1 Bilhão Educação Financeira.

Compre Bitcoin na Coinext
Compre Bitcoin e outras criptomoedas na corretora mais segura do Brasil. Cadastre-se e veja como é simples, acesse: https://coinext.com.br