Coingoback

O PIX, novo sistema de pagamentos do Banco Central, entra em vigor nesta segunda-feira (16/11). Depois de 2 semanas de testes, as 762  instituições cadastradas e os mais de 50 milhões de clientes poderão usar um sistema que funciona 24 horas e 7 dias por semana. Contudo, a população desconfia do PIX e o sistema já começa com uma campanha de golpistas.

Segundo o Banco Central do Brasil, o PIX será lançado oficialmente às 9:30 da manhã com uma live no canal do Youtube da instituição contando com a presença de Roberto Campos de Neto (atual presidente do BC), João Manoel (diretor da organização do sistema financeiro) e os palestrantes Ronaldo Lemos e Ana Clara Abrão. 

Entretanto, nem tudo são flores para o novo sistema.  De acordo com uma pesquisa da Fundação Getúlio Vargas (FGV), os brasileiros das classes C, D e E desconfiam do serviço. Desse estrato social, 47,5% dizem que talvez não vão usá-lo por falta de informação, apesar de  9 em cada 10 ter pelo menos ouvido falar sobre o sistema. 

Para Adrian Cernev, professor da FGV e um dos autores da pesquisa, o PIX será adotado gradualmente no dia a dia.

“É difícil explicar algo tão novo e diferente apenas pela comunicação. Melhor colocar no ar e deixar espalhar, e só então incentivar o uso quando ele estiver implementado”

Conforme revelado pelo Cointimes via Lei de Acesso à Informação, o Pix não terá um sistema de segurança dedicado e o Banco Central não se responsabilizará por eventuais hacks mesmo sendo o provedor do serviço. 

Golpes no PIX já chegaram e preocupam o BC

E não é apenas a segurança digital do sistema que é questionada. Na ponta do usuário os golpes se multiplicam. Desde o lançamento da fase de testes o BC tem alertado sobre possíveis golpes.

Usuários nas redes sociais estão alarmados com uma campanha de phishing que, aparentemente, surgiu neste final de semana. 

mensagem de SMS com link para um golpe
Relato de golpe por usuário de rede social

Os criminosos se passam por instituições financeiras de confiança para tentar roubar dados e dinheiro dos usuários. Por esse motivo, é importante não clicar em links suspeitos e sempre verificar diretamente com os canais oficiais do seu banco sobre qualquer comunicação.


BitPreço, o maior marketplace da América Latina. Compare os preços das principais exchanges do Brasil e mundo, e compre Bitcoin, Ethereum e USDT pelo melhor preço sempre.

Crie sua conta grátis agora!