O Banco Central do Brasil acaba de anunciar dois novos mecanismos de segurança para para o PIX: o bloqueio cautelar e o mecanismo especial de devolução (MED) e isso pode ter sérias consequências no mercado de criptomoedas. 

Segundo o BC, o bloqueio cautelar é simples de ser entendido: “no ato do crédito, a instituição onde o suposto golpista tem conta poderá bloquear os recursos por até 72 horas, tempo em que fará uma análise mais robusta e verificará se é mesmo caso de fraude.”

Enquanto o MED pode ser acionado pelo usuário que foi vítima de alguma fraude, isso diretamente pelo próprio canal de atendimento da instituição financeira, uma espécie de chargeback. A instituição de quem recebeu, por sua vez, bloqueia os recursos e ambas terão que analisar o caso no prazo máximo de 7 dias. 

“Com a fraude comprovada, o usuário vítima do golpe tem a quantia devolvida.” – afirma o BC.

Propaganda do BC sobre novas funções do PIX

Consequências para o mercado de bitcoin? 

Alguns usuários já estão preocupados com as consequências desses “novos mecanismos de segurança”.

“Então quando o dinheiro do pix cair na conta não será mais garantido o recebimento, já que o pagador pode alegar fraude.” – afirmou um usuário no Twitter.

Isso pode ser uma enorme dor de cabeça para o mercado de criptomoedas, visto que as transações de bitcoin são irreversíveis e o Pix, agora, é reversível. E o pior é que o Pix facilita casos em que o dinheiro fica bloqueado, podendo atrapalhar a liquidez de pequenos vendedores de ativos digitais.

O vendedor Gustavo Marinho conta como foi sua experiência ao ter o saldo da conta bancária bloqueada por um golpista e afirma que a nova regra do BC pode acelerar as resoluções de casos:

Em julho do ano passado uma cliente entrou em contato comigo para comprar bitcoin. A negociação ocorreu normalmente, ela me enviou uma transferência bancária e eu mandei bitcoin. Porém, mesmo assim, ela contestou a compra para a instituição financeira e o meu saldo foi bloqueado.

Eu acabei ficando sem acesso ao meu dinheiro por cerca de 17 dias, o que me fez ganhar uma ação judicial contra o banco. Portanto, a parte boa dessa atualização do Pix é colocar um prazo consideravelmente mais curto do que pode acontecer. Mesmo assim, é um prato cheio para agentes mal intencionados.

Parece que as qualidades do PIX estão se deteriorando, o meio de pagamento do BC, antes sem limites, começou a operar com um limite de R$1 mil no período noturno, enquanto no mercado de criptomoedas não há limites, chargebacks ou bloqueios de autoridades centralizadoras.

E aí, você gostou desse novo recurso do PIX ou acha que ele aumenta os custos dos vendedores? 

A NovaDAX está cheia de novidades!

Uma das maiores corretoras de criptoativos do Brasil agora ZEROU as taxas para saque em real!

A NovaDAX também conta taxa zero para transações de Bitcoin e mais de 110 moedas listadas, com saque disponível na hora e alta liquidez. 

As criptomoedas com as melhores taxas do mercado! Basta ativar o programa gratuito Novawards e aproveitar taxas reduzidas em até 75%.

Conheça ainda o Cartão NovaDAX e peça já o seu.