Breaking News  
Poupança não é um bom investimento, entenda porquê Investimentos

Poupança não é um bom investimento, entenda porquê

Veja os motivos para a poupança não ser um bom investimento

Neto Guaraci
Neto Guaraci

Ficou no passado o tempo em que a caderneta era vantajosa. Hoje, os investidores perceberam que a poupança não é um bom investimento, pois há alternativas que rendem mais, muitas vezes com a mesma praticidade.

Sendo assim, vamos mostrar os motivos que levaram a poupança a se tornar uma das piores aplicações entre a gama de opções que o mercado financeiro oferece e, claro, explorar algumas boas alternativas.

Por que a poupança não é um bom investimento?

Investir na poupança faz com que você deixe de ganhar dinheiro. Mas como, se o valor aplicado rende um pouquinho todo mês? É simples entender.

Para que um investimento ofereça ganhos reais, ou seja, torne o seu poder de compra maior, é preciso que ele resulte em um retorno acima da inflação. Do contrário, o seu dinheiro valerá menos no futuro em comparação com o valor atual.

A caderneta de poupança não é uma boa aplicação uma vez que, quando a inflação está alta, a quantia investida rende menos que ela, portanto, perde poder de compra. E, quando o índice de preços cai, outros tipos de investimentos oferecem ganhos reais bem melhores.

Bitcoin e investimentos – O que é um investimento?

Isso acontece porque essa tradicional forma de guardar dinheiro rende muito pouco: cerca de 0,65% ao mês ou, quando a taxa Selic é superior a 8,5%, 75% dela.

Então, onde investir meu dinheiro?

Já que a poupança não é um bom investimento, está na hora de conhecer algumas alternativas mais rentáveis e tão práticas quanto ela.

LCI e LCA

As Letras de Crédito Imobiliárias (LCI) e do Agronegócio (LCA) aliam um ótimo rendimento com uma das poucas vantagens da poupança: a isenção do imposto de renda. Ou seja, o melhor dos dois mundos.

Ambas as modalidades oferecem retornos que se aproximam — e até mesmo ultrapassam — a taxa do Certificado de Depósito Interbancário (CDI). Por não pagar impostos, os ganhos reais são bastante atrativos. Por outro lado, a liquidez não é diária. O prazo para resgatar o investimento vai de 90 dias a 5 anos, a depender do papel.

Tesouro Direto

Os papéis do Tesouro Direto se tornaram os grandes concorrentes da poupança por combinarem rendimentos vantajosos e baixa aplicação inicial. O investidor consegue retornos brutos no valor da taxa Selic com liquidez diária.

Há também as opções indexadas à inflação, que rendem a variação do índice de preços somada a uma taxa predeterminada e são um meio de garantir ganhos reais em qualquer situação.

Mesmo com a incidência do imposto de renda, esse tipo de investimento ainda é vantajoso — outro exemplo de como a poupança não é um bom investimento.

Bitcoin

Quando se fala em rentabilidade, o bitcoin foi o grande destaque de 2017, com uma valorização superior a 900%. Esse percentual nem de longe foi superado por qualquer outra aplicação financeira.

Essa moeda está sujeita às variações do mercado, assim como o dólar, o real ou qualquer outra — ou seja, não se trata de uma modalidade de renda fixa. Portanto, pode ser a hora de perder o medo dos investimentos de risco e investir em modalidades que garantam ganhos maiores. O risco é grande e não há garantias de bom desempenho, porém com o maior risco há uma maior recompensa. Muitos especialistas recomendam colocar pelo menos 1% do portfólio de investimentos em criptomoedas.

Para investir nessa moeda, é necessário cadastrar-se em uma corretora de bitcoin que seja de confiança.

CDB

O Certificado de Depósito Bancário é uma forma de emprestar aos bancos e ser remunerado por isso. Esse investimento — assim como a LCI e a LCA — é protegido pelo Fundo Garantidor de Crédito (FGC) até o valor de R$ 250 mil.

Há muitos papéis oferecidos por bancos. Portanto, é fundamental escolher um que ofereça os rendimentos e a liquidez adequados ao que você procura. O imposto de renda incide sobre essa modalidade, mas, ainda assim, ela é mais interessante que a caderneta em quase todos os casos.

Se você ainda tem uma quantia guardada na caderneta, chegou a hora de olhar melhor para as diversas opções de aplicações financeiras disponíveis no Brasil. Há muitas modalidades que garantem rendimentos melhores e protegem o valor do seu dinheiro no longo prazo.

Agora, que você já entende porque a poupança não é um bom investimento, compartilhe este post nas redes sociais para que seus amigos também saibam!

Neto Guaraci
Neto Guaraci

Sou estudante de Gestão de Negócios e Inovação na Fatec-Sebrae. Trabalho na Foxbit, ajudo na criação de conteúdo. Amo falar sobre criptomoedas, liberdade financeira e empreendedorismo. Se você também gosta, entre em contato. :)

O Cointimes utiliza cookies com o objetivo de melhorar sua experiência em nossa página web e adaptar o conteúdo para torná-lo mais útil e acessível. Para mais informações, consulte a nossa política de cookies.