O preço do bitcoin caiu mais de 10% entre a noite de ontem e a manhã desta quinta-feira. Muitos apontam que a queda teve um irresponsável, o CEO da Coinbase.

O derretimento começou quando o bitcoin estava a US$7 de bater seu recorde de preço a US$20 mil, com alta superior a 250% no ano o criptoativo tomou um tombo após notícias de uma possível regulamentação nos Estados Unidos. 

O pesadelo para o Bitcoin nos últimos dias de Trump

Brian Armstrong, CEO da Coinbase, fez uma thread no Twitter falando sobre rumores de uma regulamentação no mercado de criptomoedas antes do fim da administração Trump.

“Na semana passada, ouvimos rumores de que o Tesouro dos EUA e o Secretário Mnuchin estavam planejando apressar alguma nova regulamentação sobre carteiras cripto auto-hospedadas antes do final de seu mandato. Estou preocupado que isso teria efeitos colaterais não intencionais, e queria compartilhar essas preocupações.”

afirmou Brian Armstrong.

As carteiras auto-hospedadas e não custodiais são softwares que permitem ao indivíduo ter o controle completo das suas criptomoedas e participar ativamente da rede do bitcoin sem permissão de terceiros. 

“Esta regulamentação proposta exigiria, acreditamos, que instituições financeiras como a Coinbase verificassem o destinatário/proprietário da carteira auto-hospedada, coletando informações de identificação sobre essa parte, antes que um saque pudesse ser enviado para essa carteira auto-hospedada.”

– continuou o CEO.

Segundo Brian, tal lei poderia diminuir o escopo de atuação das criptomoedas como uma forma de inclusão financeira – principalmente em países subdesenvolvidos como o Brasil.

“Muitos usuários de criptomoedas também estão enviando cripto para pessoas em mercados emergentes, onde é difícil ou impossível coletar informações significativas de “conhecer seu cliente”. Alguns desses indivíduos vivem na pobreza, e podem não ter qualquer endereço permanente ou forma de identificação do governo.” 

De acordo com o último dado do IBGE, mais de três milhões de brasileiros vivem sem documentação, há mais brasileiros sem documentos que sem WhatsApp. E uma regulamentação desse nível seria extremamente negativo para a parte mais pobre da população. 

“Se essa regulamentação cripto for à tona, seria um legado terrível e teria impactos negativos de longa data para os EUA… Enviamos uma carta ao Tesouro na semana passada, juntamente com uma série de outras empresas de criptomoedas e investidores, articulando essas preocupações e outras.”

– finalizou Brian.

Vale lembrar que Trump se mostrou contra o Bitcoin e disse para o seu secretário do Tesouro perseguir a criptomoeda. Em julho de 2019 Trump declarou em seu Twitter:

“Não sou fã de bitcoin e outras criptomoedas, que não são dinheiro, e cujo valor é altamente volátil e baseado no ar… Criptoativos não regulamentados podem facilitar comportamentos ilegais, incluindo tráfico de drogas e outras atividades ilegais.”

Mnuchin será trocado por Janet Yellen após a saída de Trump, contudo ela também não é fã do bitcoin e pode continuar o processo de regulamentação do criptoativo.

Compre e venda Bitcoin e outras criptomoedas na Coinext
A corretora completa para investir com segurança e praticidade nas criptomoedas mais negociadas do mundo.
Cadastre-se e veja como é simples, acesse: https://coinext.com.br