Em meio a pandemia de coronavírus, o sistema de clínicas de saúde da prefeitura do Rio de Janeiro foi vítima de um ataque e foi solicitado um resgate em bitcoins para liberarem dados de prontuários, consultas e atestados de óbito.

O crime eletrônico ocorreu na semana passada, mas o problema da falta de dados persiste até hoje, embora alguns dados foram recuperados pela equipe de T.I., segundo informações da Band News.

O ataque se trata de um ransomware, uma espécie de vírus que rouba e criptografa todos os dados presentes em um sistema, pedindo por um “resgate” em dinheiro para que a vítima receba a chave que descriptografa os documentos trancados.

O sistema em questão que foi vítima do ataque é o do Sistema e-SUS de Atenção Primária (e-SUS APS). Por conta dele, mais de 13 unidades sofreram atrasos em seus auxílios oferecidos ao município.

A prefeitura afirmou que não pretende pagar o resgate, mas em vez disso, tentar rastrear os responsáveis. Algumas das unidades já registraram a ocorrência junto a Polícia Civil enquanto as outras preparam relatório de informações para contribuir com a investigação.

Entenda o que é ransomware, como se prevenir e até como se livrar de um!

Compre Bitcoin na Coinext
Compre Bitcoin e outras criptomoedas na corretora mais segura do Brasil. Cadastre-se e veja como é simples, acesse: https://coinext.com.br