Após chegar em mais de 47% em 2018, as chances para uma recessão em 2020 são baixas de acordo com a Bloomberg.

Conforme mostra o índice criado para medir a possibilidade de um recessão, baseado em dados como emprego, índices diversos, PIB e outras informações, a probabilidade de uma crise é de apenas 26%.

Probabilidade de recessão nos EUA em 12 meses

Os altos preços das ações, uma curva de rendimento mais acentuada e um mercado de trabalho resistente, caracterizado pela menor taxa de desemprego em meio século, continuam a aliviar os temores da recessão.

A tendência, segundo a Bloomberg, é que os riscos de uma recessão na maior economia do mundo caiam ainda mais em 2020.

Contudo, a empresa de análise ressalta que a falta de apetite das corporações em investir continua sendo o centro dos riscos.