Cointimes
Bitcoin

Russell Okung será o primeiro jogador da NFL a ser pago em bitcoin

Russell Okung será o primeiro jogador da NFL a ser pago em bitcoin

Aug 11, 2018; Glendale, AZ, USA; Los Angeles Chargers offensive tackle Russell Okung (76) against the Arizona Cardinals during a preseason game at University of Phoenix Stadium. Mandatory Credit: Mark J. Rebilas-USA TODAY Sports

O pedido de Russell Okung se tornou realidade depois de quase um ano. Em 2019 o jogador da National Football League (NFL) twittou: “Pague-me em bitcoin”. Okung vai ser o primeiro jogador a partir de qualquer liga principal de esporte dos EUA para ser pago em bitcoin.

Seu salário anual de US$ 13 milhões está sendo dividido em 50%-50% entre bitcoin e fiat, disse Mallers na segunda-feira em entrevista por telefone à CoinDesk. Mallers disse que outros atletas profissionais, incluindo membros não identificados do time de basquete Brooklyn Nets e do time de beisebol New York Yankees, também começaram a aderir ao programa. 

Mallers disse que a NFL e a NFL Players Association tiveram de se envolver para obter a aprovação. Não está claro se tais aprovações também são necessárias para a National Basketball Association e a Major League Baseball. 

Tecnicamente falando, Okung ainda está sendo pago em fiat. Nos bastidores, entretanto, está a mágica da Lightning Network: Strike recebe um depósito direto de sua equipe, os Carolina Panthers, e então troca dólares por bitcoin. Esse bitcoin é então enviado para uma carteira de armazenamento mantida por Okung. (Para recapitular, Lightning é um sistema secundário para enviar bitcoin de uma forma mais barata e rápida em comparação com o uso da rede principal.)

O Strike, lançado em versão beta privada há cerca de um ano, pode se conectar a qualquer conta bancária por meio de um número de roteamento, de acordo com Mallers. O Cash App da Square funciona de maneira semelhante.

Mallers disse que Strike espera que o volume de movimentações cresça à medida que mais nomes importantes se juntam ao mais novo método de pagamento da empresa. 

É muito importante termos encontrado uma maneira de permitir que qualquer indivíduo receba uma [porcentagem] de seu trabalho em bitcoin, disse Mallers.

Como Okung expressou em um artigo, a jornada do atacante para o bitcoin começou muito antes do tweet de maio de 2019. Okung, de 32 anos, disse que há muito está frustrado com a falta de poder econômico que os atletas profissionais – principalmente os atletas negros – detêm. Okung vê o bitcoin como um meio de recuperar a independência financeira e lançou um projeto de defesa nesse sentido.

Leia mais: Banco Inter sobe 2,2% mesmo com polêmicas de cancelamento

Compre Bitcoin na Coinext
Compre Bitcoin e outras criptomoedas na corretora mais segura do Brasil. Cadastre-se e veja como é simples, acesse: https://coinext.com.br

Posts relacionados

Natal vermelho para as altcoins, mercado perde R$300 bilhões

Cointimes
24 de dezembro de 2020

De 11 reais a 4 milhões: Bitcoin foi o investimento da década, diz CNN

Gustavo Marinho
22 de dezembro de 2019

Bilionário do Shark Tank afirma que bananas são mais negociáveis que Bitcoin

Gustavo Marinho
15 de abril de 2020
Sair da versão mobile