Cointimes
Política

Rússia coloca Binance em blacklist e aperta cerco às criptomoedas

Binance Rússia

O governo russo aumentou o cerco às criptomoedas, Moscou teme a fragilização do rublo (moeda estatal) e uma corrida às criptomoedas.

Leia também: Não declarar bitcoins pode dar 3 anos de prisão na Rússia

Com uma economia fragilizada pelas sanções devido à invasão da Crimeia em 2014, o governo russo teme que as criptomoedas diminuam ainda mais o poder do fraco rublo.

Gráfico Rublo/Dólar

A desvalorização do rublo e sanções restringindo a importação de comida de países ocidentais fizeram a inflação no país chegar a 13% em 2015.

Como resultado, a última medida para proteger a moeda russa veio da  Roskomnadzor, responsável pela supervisão do setor de comunicação, informação e mídia do país, que colocou o site da Binance em uma blacklist.

A Binance anunciou o bloqueio no canal oficial do Telegram Rússia no começo desta sexta-feira. A corretora afirmou que foi colocada na lista por vender criptomoedas como o bitcoin.

Binance diz que bloqueio é inefetivo

Aparentemente o bloqueio russo só serviu de propaganda para a Binance, pois segundo Gleb Kostareve – diretor da Binance Rússia –  “o acesso não foi limitado ainda”. 

Mas mesmo se fosse, seria possível acessá-la por VPNs. A corretora afirmou que não recebeu notificações do governo russo. 

Compre Bitcoin na Coinext
Compre Bitcoin e outras criptomoedas na corretora mais segura do Brasil. Cadastre-se e veja como é simples, acesse: https://coinext.com.br

Posts relacionados

Criptomoedas: libertando pessoas do complexo bancário-estatal

Raphaël Lima
8 de agosto de 2018

Depois de regulamentação, “exchange anônima” ganha volume no Brasil

Neto Guaraci
17 de setembro de 2019

Após implosão da UST, Secretária do Tesouro dos EUA clama por regulamentação das stablecoins até o final de 2022

Gustavo Marinho
10 de maio de 2022
Sair da versão mobile