A Rússia está cortando o dólar americano de seu Fundo Nacional de Riqueza (NWF) de US$ 186 bilhões, enquanto Washington continua a impor sanções a Moscou.

A medida foi anunciada no Fórum Econômico Internacional de São Petersburgo na quinta-feira pelo ministro das Finanças, Anton Siluanov. “Como o banco central, decidimos reduzir os investimentos do NWF em ativos em dólar”, disse ele a repórteres, de acordo com uma tradução da Reuters, acrescentando que o NWF investirá mais em euros, yuans chineses e ouro.

Decisão política?

As mudanças no NWF devem acontecer no próximo mês. Depois de concluído, a participação dos ativos em euros no fundo deverá ficar em 40%, o yuan em 30% e o ouro em 20%. Enquanto isso, o iene japonês e a libra esterlina provavelmente totalizarão 5% cada.

Timothy Ash, estrategista sênior de mercados emergentes da BlueBay Asset Manager, descreveu a decisão de se livrar dos ativos em dólares americanos como “muito política” e destinada a “enviar um sinal” ao governo do presidente Joe Biden antes da próxima cúpula com o presidente Vladimir Putin.

“A mensagem é ‘não precisamos dos EUA, não precisamos fazer transações em dólares e somos invulneráveis a mais sanções dos EUA”, disse ele em nota de pesquisa após o anúncio, acrescentando que poderia ser interpretado como um sinal de que Moscou espera mais sanções dos EUA.

O governo Biden impôs uma série de novas sanções contra Moscou em abril por causa da suposta interferência nas eleições de 2020, um ataque cibernético colossal contra o governo dos EUA e redes corporativas, anexação e ocupação ilegal da Crimeia e abusos dos direitos humanos. O governo russo nega todas as acusações.

Apoiado no dinheiro que a Rússia ganha com o petróleo, o NWF foi inicialmente projetado para apoiar o sistema de pensões do país. Faz parte das reservas de ouro e moeda da Rússia que totalizaram US$ 600,9 bilhões em 27 de maio, de acordo com a Reuters.

Moedas digitais

Em outra parte, a governadora do banco central da Rússia, Elvira Nabiullina, disse ao Hadley Gamble da CNBC em uma entrevista exclusiva no início desta semana que as moedas digitais serão o futuro dos sistemas financeiros. “Acho que é o futuro do nosso sistema financeiro porque se correlaciona com o desenvolvimento da economia digital”, disse ela.

Moscou publicou um documento de consulta sobre um rublo digital em outubro e pretende ter um protótipo pronto até o final de 2021. Pilotos e testes podem começar no próximo ano, disse Nabiullina.

Isso pode ser uma preocupação para os EUA, de acordo com um ex-funcionário do Tesouro dos EUA, Michael Greenwald.

“O que me alarma é se a Rússia, a China e o Irã criarem, cada um, moedas digitais do banco central para operar fora do dólar e outros países as seguirem”, disse ele ao Hadley Gamble da CNBC na quarta-feira. “Isso seria alarmante.”

Veja também: Economistas de Joe Biden querem destronar o dólar como reserva mundial, bitcoiners comemoram

Compre Bitcoin na Coinext
Compre Bitcoin e outras criptomoedas na corretora mais segura do Brasil. Cadastre-se e veja como é simples, acesse: https://coinext.com.br