Coingoback

A Rússia está se preparando para abandonar o sistema de pagamento internacional SWIFT, disse Maria Zakharova, porta-voz do Ministério da Defesa da Rússia, em entrevista à RT.

O SWIFT, ou BIC, é um código universal de 8 a 11 caracteres que identifica a instituição bancária no processo de transferências internacionais. As iniciais do SWIFT significam Society for Worldwide Interbank Financial Telecommunication, já o termo BIC é uma sigla referente a Bank International Code.

E a Rússia está se preparando para sair dele. Segundo a porta-voz, desconectar-se do SWIFT era “hipotético” atualmente, mas não impossível.

“A possibilidade de ser desconectado do SWIFT ainda é considerada hipotética. No entanto, o trabalho interministerial está em andamento para minimizar os riscos e danos econômicos se o acesso do nosso país aos habituais instrumentos financeiros internacionais e mecanismos de pagamento for limitado. O Sistema de Mensagens Financeiras do Banco da Rússia é um exemplo de tais instrumentos alternativos. No momento, as opções para o seu emparelhamento com contrapartes estrangeiras – SEPA europeu, SEPAM iraniano, CUP chinês e CIPS, estão sendo discutidos ”, disse ela.


Quer ganhar Bitcoins?
A gente te ajuda nisso.
Abra uma conta grátis!


 

Zakharova destacou que a cooperação entre o sistema de pagamentos russo “MIR” e as contrapartes estrangeiras, em particular a chinesa UnionPay, a japonesa JCB e o Maestro internacional, estão se desenvolvendo.

Esses provedores de pagamentos operam na Rússia e no exterior. No entanto, é muito cedo para falar sobre o momento específico para a conclusão de um conjunto de ferramentas nacional abrangente para transações de pagamento e sua promoção nos mercados internacionais, pois este é um processo longo e demorado.

“Paralelamente, a Rússia está explorando ativamente as oportunidades oferecidas pelas tecnologias digitais modernas, o potencial de seu uso para aumentar a estabilidade e a independência do sistema financeiro nacional e dos meios de pagamento, com o claro entendimento de que o dinheiro digital pode no futuro se tornar a base do sistema financeiro internacional atualizado e das operações de liquidação transfronteiras ”, concluiu a porta-voz do Ministério das Relações Exteriores da Rússia.

“Cartões de co-branding semelhantes funcionam na Rússia e no exterior. Em particular, várias operações neles já estão disponíveis na Armênia, Abkhazia, Ossétia do Sul, Bielo-Rússia, Cazaquistão, Quirguistão, Uzbequistão, Turquia”, disse ela.

Andrei Krutskikh, Diretor do Departamento de Segurança da Informação Internacional do Ministério das Relações Exteriores da Rússia, disse que o lado russo está pronto para responder se for desconectado do sistema internacional de pagamentos SWIFT.

Esse movimento já vem acontecendo há quase 3 anos.

A Rússia tem tentado empurrar seu sistema de pagamento “Mir” desde 2019, com legisladores russos apoiando o uso internacional de um sistema alternativo russo para a rede global de mensagens financeiras SWIFT, projetada por Moscou para eliminar o risco de sanções ocidentais.

Naquela época, a Rússia manteve conversações com China, Índia, Irã e Turquia sobre o uso conjunto do sistema de mensagens financeiras da Rússia, disse Anatoly Aksakov, que chefia a Associação Bancária Russa e um comitê financeiro com a câmara baixa do parlamento.

“Como o sistema provou ser viável e eficiente, ele atrai o interesse de russos e estrangeiros. Propõe-se dar a qualquer pessoa jurídica, russa e estrangeira, a possibilidade de usá-lo”, disse Aksakov.

O número de transações envolvendo o dólar entre China e Rússia caiu quase 50% entre 2015 e 2020:

Liquidação em dólar nas relações comerciais entre Rússia e China
Liquidação em dólar nas relações comerciais entre Rússia e China

Isso está se tornando cada vez mais claro, à medida que as sanções que os EUA e também a UE pressionam sobre a Rússia e a China estão fazendo os dois países se aproximarem cada vez mais.

Mais recentemente, o Ministério das Relações Exteriores da China disse que as sanções dos EUA contra a Rússia equivalem a intimidação neste momento.

“Os EUA anunciaram novas sanções à Rússia. O uso arbitrário ou ameaça de uso de sanções unilaterais nas relações internacionais nada mais é do que política de poder e intimidação ”, disse Hua Chunying, porta-voz do Ministério das Relações Exteriores da China, no Twitter.

Ela acrescentou: “A China rejeita firmemente tal comportamento”.

Esses movimentos têm feito com que a participação do dólar nas reservas globais dos BCs tenha declínado para seu meno nível em 25 anos, conforme dados compilados pela Bloomberg:

Perdendo espaço, dólar tem maior queda como reserva em 25 anos

Texto adaptado e traduzido de ZeroHedge.


BitPreço, o maior marketplace da América Latina. Compare os preços das principais exchanges do Brasil e mundo, e compre Bitcoin, Ethereum e USDT pelo melhor preço sempre.

Crie sua conta grátis agora!