A tecnologia realmente tem sido uma grande influência para as nossas atitudes do cotidiano, mas um rapaz da Rússia decidiu levar isso a outro nível e acusou a Apple por “transformá-lo em gay”.

E ainda resolveu levar essa história para o tribunal e quer 1 milhão de rublos – o equivalente a R$ 62,4 mil – da fabricante do iPhone. A informação foi veiculada primeiramente por uma rádio de Moscow, chamada Govorit Moskva.

O russo, dentificado como D. Razumilov, alega que passou a se envolver em relacionamentos com outros homens neste ano, depois de receber 69 GayCoins em um aplicativo de criptomoeda que ele baixou em seu iPhone em 2017.

O remetente desses GayCoins, que era um completo desconhecido, teria também incluído uma mensagem em vários idiomas, que Razumilov interpretou como “não julgue sem tentar”. E foi aí que ele tentou, de acordo com seu próprio depoimento à rádio.

“Pensei: de fato, como posso julgar algo sem tentar? E decidi tentar relacionamentos com pessoas do mesmo sexo que eu”, escreveu Razumilov em uma denúncia publicada pela rádio Govorit Moskva nesta quarta-feira (2).

“Depois de dois meses, posso dizer que estou me relacionando com alguém do mesmo sexo e não posso sair”, continua a queixa dele. “Eu tenho um namorado fixo e não sei como explicar isso para meus pais. Depois de receber a mensagem acima mencionada, minha vida mudou para pior e nunca mais será normal”, completa. Razumilov acusou a Apple de “o manipular em direção à homossexualidade”, algo que lhe causou “sofrimento moral e danos à saúde mental”.

Fonte: canaltech.