Cointimes
Altcoins

Telegram sai vitorioso do confronto contra a SEC

Telegram

O Telegram ganhou o caso contra o órgão federal norte-americano SEC (Security Exchange Comission), que queria os dados bancários dos investidores da criptomoeda do aplicativo, a GRAM.

Desde novembro a SEC vem perseguindo o Telegram pelo ICO da criptomoeda Gram, que arrecadou US$1,7 bilhão para construção do blockchain TON (Telegram Open Network).

Como noticiamos, o Telegram se recusou a entregar os dados, fazendo a SEC acionar a justiça. No dia 06, a Corte do Distrito do Sul de Nova York decidiu que rejeitar o pedido da SEC.

Contundo o juiz obrigou o Telegram a comprovar a legalidade do ICO, respeitando as leis de privacidade bancárias:

“Até 9 de janeiro de 2020, o réu deverá informar em uma declaração um cronograma proposto para uma revisão dos registros bancários solicitados, a fim de garantir que a produção desses registros esteja em conformidade com as leis estrangeiras de privacidade de dados.”

De acordo com fontes internas, no meio do ano passado o Telegram já havia terminado 90% do projeto e só está esperando todos os ajustes burocráticos para lançar a rede.

Fica claro nesse caso os problemas de se tentar lançar um produto relacionado ao setor bancário/financeiro por uma empresa centralizada. Não é à toa que Satoshi Nakamoto resolveu ficar anônimo.

Continue lendo: Telegram se alia a Europol para lutar contra o “terrorismo”

Posts relacionados

XRP cai 20% com remoção da Bitstamp nos Estados Unidos

Cointimes
26 de dezembro de 2020

Elon Musk de olho em projetos DeFi, conheça os mais relevantes

Cointimes
25 de março de 2021

Como comprar PS5 mais barato usando corretoras de Bitcoin

Neto Guaraci
8 de maio de 2020
Sair da versão mobile