Passfolio

A tokenização vem ganhando cada vez mais popularidade no mundo cripto, se tornando a grande tendência no mercado, principalmente com os NFTs se tornando os queridinhos do momento.

Mas o que são os tokens? Descubra a seguir!

O que são os tokens?

Um token pode ser definido como a representação digital de uma fração de algum ativo real e tem o objetivo de simplificar as negociações dos mais diversos tipos de bens ao redor do mundo.

Os ativos são quaisquer tipos de recursos que possuam valor comercial. Podemos separá-los em duas categorias: tangíveis (como empreendimentos, equipamentos, obras de arte e mais) e intangíveis (como direitos autorais, marcas registradas, recebíveis de cartão de crédito, avatares e itens de jogos, entre outros).

Passfolio

Como você pode observar a partir do exemplos acima, praticamente tudo pode ser tokenizado!

principais tipos de tokens

Quais são os 5 principais tipos de tokens?

Existem diferentes tokens e eles são categorizados a partir do ativo que representam. Os 5 principais tipos são:

  • Payment Tokens
  • Utility Tokens 
  • Security Tokens 
  • Equity Tokens
  • NFTs

Payment Tokens

Os Payment Tokens são provavelmente os mais famosos, porque são associados às criptomoedas. Eles funcionam como o dinheiro, porém, nesse caso, estamos falando de moedas digitais, como o Bitcoin, por exemplo.

Essa modalidade é utilizada como forma de pagamento, majoritariamente em ambientes online, para qualquer finalidade que tenha como objetivo realizar a transferência de capital. Por conta da segurança, é extremamente improvável que sejam fraudados.

Utility Tokens

Como o próprio nome diz, os Utility Tokens possuem uma utilidade. Isso significa que, embora também seja um tipo de moeda, só serão utilizados para aplicações específicas.

Essas aplicações podem ser acesso antecipado a algum serviço ou produto (seja ele físico ou digital), cupons de pré-venda, benefícios para colaboradores, direitos de voto e mais!

Uma diferença importante desse tipo de token em relação ao anterior é que ele costuma ter uma quantidade pré-determinada. Isso contribui para que haja uma escassez e, consequentemente, um aumento do seu valor devido ao crescimento da demanda. Sendo assim, o Utility Token costuma gerar bons lucros para os seus detentores.

Security Tokens

Para conhecê-los melhor, precisamos entender, primeiramente, o que é um security. Os securities são ativos negociáveis (obrigações, débitos, ações, garantias e etc.). Se formos colocar em termos práticos, um security é como ter algo ou parte de algo sem a necessidade de possuí-lo.

Tomando como exemplo o ouro: um security de ouro significa que você possui quantidades dele sem a necessidade de comprar quilates ou de guardá-lo em um cofre.

Investir em securities é uma ação bastante comum, realizada, principalmente, por grandes companhias e governos com o objetivo de arrecadar valores de investidores. Estes, por sua vez, recebem seus dividendos, taxas geradas por juros ou parte do lucro da companhia ou projeto.

Quando todo o processo é realizado através de uma Blockchain, utilizando tokens, o security passa a ser chamado de Security Token. Logo, os Security Tokens são securities criptográficos comprados por investidores e que geram os dividendos, dividem lucros e pagam juros para esses investidores no futuro.

Equity Tokens

Podemos entender os Equity Tokens como uma espécie de ativos tradicionais de ações, que representam uma participação em determinadas empresas. Com eles, você tem direito a parte dos lucros e direito de votos no momento de decisões na empresa.

A diferença entre os Equity Tokens e as ações tradicionais reside no fato de que as ações são registradas em um banco de dados junto a um certificado de papel, mesmo que digitalizado. Já os tokens ficam registrados na Blockchain.

Os Equity Tokens podem ser divididos em classes. Temos as “ações ordinárias”, em que, geralmente, o poder de voto e lucros é dividido igualmente. Por exemplo: se a empresa libera 100 tokens, cada um dá direito a 1% dos ganhos da empresa e 1 voto de 100. Existem também os Equity Tokens Classes A e B, que podem alterar os direitos de voto e de ganhos.

Os Equity Tokens podem ser oferecidos publicamente para os investidores, assim como os Security Tokens, por meio de uma STO (Security Token Offering), que são parecidas com as IPO (Initial Public Offering), mas apresentam suas próprias vantagens:

NFTs

NFT é uma sigla para “Non-fungible Tokens”, o que significa que ele é único e não pode ser substituído por outro.

Por exemplo, uma Bitcoin é passível de substituição (fungível), porque você pode trocá-la por outra criptomoeda e continuar possuindo exatamente o mesmo valor. Um objeto de colecionador, por outro lado, não pode ser substituído (não fungível). Se você tivesse acesso, por exemplo, ao quadro da Monalisa e trocasse por outra obra de arte, teria algo completamente diferente.

Esse é um dos tipos de tokens que mais vem crescendo, inclusive pelo fato de que muitos ativos podem ser operados pelo NFT. Atualmente, o maior engajamento com este modelo vem em usar a tecnologia para vender arte digital, mas já vemos, por exemplo, filmes sendo lançados, álbuns, shows, peças de roupa de luxo, itens de artistas e muito mais se tornando NFTs.

Percebeu como a tokenização está presente em sua vida e talvez você nem tenha percebido?

Os tokens apresentam uma forma bastante democrática de realizar investimentos, uma vez que é possível comprar tokens por valores baixos, diversificando a sua carteira de investimentos ao explorar além do mercado tradicional!

Na Liqi, você pode comprar diversos tipos de tokens e outros criptoativos, como o Bitcoin e o Ether. Que tal fazer parte da revolução na forma de realizar investimentos agora?

Passfolio