Cointimes Awards

O presidente Jair Bolsonaro disse nessa quinta-feira (14), próximo ao Palácio da Alvorada, que as medidas restritivas adotadas pelos países apenas pioram a crise econômica dos mesmos. Segundo ele, ainda, “vai faltar dinheiro para pagar servidor público”.

“Já falei pra vocês, os informais, que são 38 milhões, já perderam quase tudo. Segundo a OIT (Organização Internacional do Trabalho), os informais da América Latina perderam 80% do poder aquisitivo.”

Posteriormente, complementa: “Ainda tem alguns (servidores) achando que tem possibilidade de aumento nesse ano, ou ano que vem. Não tem cabimento, não tem dinheiro. O Brasil está quebrando.”

“O Brasil está se tornando um país de pobres. Para onde está indo o Brasil? Vai chegar um ponto que o caos vai se fazer presente aqui.”

Comparando a situação entre as classes Média e Baixa, Bolsonaro destaca que “os mais pobres continuam a circulação. É só com a Classe Média que temos esse problema do comércio…”.

“Tem que reabrir. Nós vamos morrer de fome. A fome mata. É um apelo que faço aos governadores: revejam essa política.”

Ao ser questionado sobre Mandetta, o ex-ministro da Saúde, Bolsonaro se irrita: “Esquece o Mandetta. Ele é carta fora do baralho”, encerrando a coletiva ao sair do local.

A situação da Caixa Econômica

“Dois milhões e trezentos mil usuários da Caixa Econômica […] pediram para pausar o crédito. A Caixa permitiu atraso de até dois meses (tempo para clientes pagarem imóveis). Decidiu prorrogar para três meses. […]”

“E o Pedro Guimarães, em um acordo, disse que vai aumentar ainda pra quatro meses. Não adianta prorrogar pro elemento que perdeu emprego, teve salário reduzido, não tem como pagar prestação da Casa Própria.”


Invista em criptomoedas com segurança, alta liquidez e as menores taxas do mercado.

NovaDAX: a exchange mais completa do Brasil com mais de 25 criptomoedas listadas e a melhor nota de atendimento ao cliente.

Conheça novadax.com.br