No início de janeiro de 2021, um grande vazamento de dados contendo informações pessoais de mais de 223 milhões de brasileiros ganhou as manchetes dos jornais. Diversos dados sensíveis, como e-mail, telefone, endereço, renda, parentesco, score de crédito e muitos outros estão disponíveis para a compra.

Esse vazamento causou muita preocupação, e pensando nisso, foi desenvolvido pelo entusiasta das criptomoedas João Ferreira, o site Vazei, que permite verificar quais dados de uma determinada pessoa foram vazados.

Como fazer a consulta?

O processo para se verificar os dados vazados é bem simples. Basta preencher o número de CPF mais o nome completo ou data de nascimento.

Após o preenchimento dos campos, um resultado contendo uma lista com 37 dados e seus respectivos status serão apresentados na tela.

Segundo o site, nenhum dado é armazenado para se realizar a consulta:

Os dados do usuário são imediatamente anonimizados com o mesmo algoritmo usado no arquivo de dados, e imeditamente descartados. Não há armazenamento de nenhum dado enviado pelo site, seja na sua forma direta, seja na forma anonimizada.

O código fonte do site está disponível no Github para a verificação, garantindo assim maior transparência para aplicação. O site permite a doação de criptoativos para quem estiver disposto a contribuir com o projeto.

O vazamento de dados foi classificado pelo especialista em Direito Digital Ronaldo Lemos como o “vazamento de dados do fim do mundo” devido à gravidade e amplitude do vazamento que impactará o país por alguns anos.

Leia mais: Mercados da Darknet se intensificam na Venezuela em meio a caos econômico

Compre e venda Bitcoin e outras criptomoedas na Coinext
A corretora completa para investir com segurança e praticidade nas criptomoedas mais negociadas do mundo.
Cadastre-se e veja como é simples, acesse: https://coinext.com.br