Black Friday Rispar

Enquanto a crise tem feito estragos para grande parte da economia, as exchanges de criptomoedas brasileiras e mundiais viram um aumento repentino de volume.

Segundo dados coletados pelo Cointrader Monitor, a negociação de bitcoins nas exchanges nacionais no mês de março teve um crescimento de 84,43% se comparado ao mês anterior.

Foram 42.633,38 BTC negociados em março, contra 23.114,46 em fevereiro.

Crescimento de 350%?

Comparando o primeiro trimestre de 2020 com os do ano anterior os dados são ainda mais animadores, o mercado brasileiro cresceu 32,64%:

Black Friday Coingoback

 

volume mensal de bitcoin no Brasil

Mas não foi só o volume que cresceu, a quantidade de cadastros também aumentou. Em reportagem para o Valor Econômico, as corretoras Foxbit, Mercado Bitcoin e BitcoinTrade relataram crescimento de 15% a 30% em novos cadastros.

A brasileira Monnos teve um dos aumentos mais surpreendentes, segundo o CEO Rodrigo Ubaldo, ela duplicou o número de cadastros entre o mês de fevereiro e março, além de aumentar em 350% os ativos sob gerenciamento (AUM).

Já a norte-americana Kraken viu um total de 83% no aumento de cadastros.

Se o ritmo continuar, o mercado irá negociar 480.000 btc ou R$17.569.440.000,00 até o final do ano, afirma o Cointrader Monitor.


Apesar dos números serem positivos, cerca de 53% dos investidores deixam seus bitcoins na corretora, uma prática não recomendada por especialistas em segurança.

Saiba a diferença entre corretora e carteira e entenda como guardar suas criptomoedas com segurança:


Invista em criptomoedas com segurança, alta liquidez e as menores taxas do mercado.

NovaDAX: a exchange mais completa do Brasil com mais de 25 criptomoedas listadas e a melhor nota de atendimento ao cliente.

Conheça novadax.com.br