Anualmente a empresa de segurança Kaspersky solta um relatório com as principais ameaças cibernéticas, em 2019 o destaque foram os ataques hacks com criptomoedas.

  • Ataques chegam a mais de 2 milhões de computadores;
  • O que é um malware de mineração?
  • Como se proteger?

Segundo o Security Bulletin 2019 – Statistics, 2.259.038 de computadores foram atacados por malwares de mineração.

Os malwares de mineração infectam o computador e usam o poder computacional para gerar criptomoedas como Litecoin, Monero (XMR) e outras. Essa prática se chama ‘Cryptojacking’.

Como resultado, o usuário pode ter o tempo de vida do seu hardware diminuído e um aumento significativo na conta de eletricidade.

E cuidado, pois Brasil é um dos principais alvos desse ataque no ocidente:

Para se proteger de mineradores como o “Trojan.Win32.Miner.bbb;” que atacou 293 mil computadores, é necessário tomar algumas medidas, como:

  • Sempre manter seu sistema operacional atualizado;
  • Monitorar os programas que estão em execução;
  • Manter um bom firewall e antivírus;

São dicas básicas, mas que usuários se esquecem.

Veja também: Como minerar Monero na sua casa, passo a passo.