Passfolio

Os investidores estão à procura de setores que ainda possam gerar alguma renda em meio aos temores de uma inflação desenfreada e de ações agressivas do Banco Central dos EUA.

Saúde e biotecnologia

O setor de saúde, muitas vezes, anda devagar, mas o tumulto do mercado pode revelar que este é um dos setores mais seguros por apresentar crescimento, e não apenas para o próximo trimestre. Algumas empresas de saúde apresentam constante poder de ganhos e qualidade de dividendos que podem ser bons para os investidores.

O setor de saúde da S&P, Health Care Select Sector SPDR Fund, superou o S&P 500 neste ano. No primeiro semestre, o índice de saúde caiu apenas 9%, enquanto o S&P 500 perdeu quase 21% no mesmo período. 

Durante o segundo trimestre o Health Care Select Sector SPDR Fund caiu 6,4%, enquanto o S&P 500 caiu 16,4%.

Passfolio
Gráfico YTD do Health Care Select Sector SPDR Fund/Crédito: CNBC

Sam Stovall, estrategista chefe de investimentos da empresa de pesquisa CFRA, identificou algumas empresas em subsetores de saúde que investidores podem considerar, incluindo a HCA Holdings (HCA), Pfizer (PFE), Tandem Diabetes Care (TNDM), Patterson Cos. (PDCO), Align Technology (ALGN) e Walgreens Boots Alliance (WBA).

O subsetor de biotecnologia viu nomes de alto crescimento, por isso, Stovall acredita que está na hora de começar a considerar o investimento. O ETF iShares Biotechnology (IBB) está saindo de seu nível mais baixo, mesmo continuando abaixo de sua alta de 52 semanas de US $177,37 por ação.

Gráfico YTD do ETF iShares Biotechnology/Crédito: CNBC

David Bianco, diretor de investimentos das Américas do DWS Group, mencionou Abbvie (ABBV) e Amgen (AMGN) como os nomes que podem demonstrar bom desempenho no setor biotecnológico.

Setor financeiro 

Bianco é um dos que favorecem a ideia de que ações bancárias podem se sair muito bem até final deste ano. Ele mencionou as instituições financeiras JPMorgan (JPM), Wells Fargo (WFC), Bank of America (BAC), Citigroup (C) e PNC Financial (PNC).

“A rentabilidade do setor é impulsionada pelas taxas de juros de curto prazo, não pela forma da curva de juros,” disse Bianco. Ele disse que, se houver uma recessão, não será por causa dos bancos, ao contrário de 2008. 

Saiba mais: 5 ações de bancos para investir e lucrar com as altas taxas de juros

Se tiver dúvidas, observe o fluxo de caixa

Julian Emanuel, diretor de ações, derivativos e estratégia quantitativa do Evercore ISI, afirmou que está em busca de ações com características que poderiam ajudar a superar tanto a inflação quanto uma economia fraca, mas também a superar o desempenho.

Seu principal critério é que as empresas têm que gerar muito fluxo de caixa livre, e devem ser ações que estão amplamente em posição de short.

Energia elétrica

Sua lista de escolhas inclui uma mistura de setores, mas nomes de energia estavam entre os maiores geradores de fluxo de caixa livre. Espera-se que a Occidental Petroleum (OXY), por exemplo, tenha um fluxo de caixa livre de 25,5%, e que o Ovinitiv (OVVV) apresente 24,7%, de acordo com as estimativas do Evercore.

Saiba mais: Por que Warren Buffett continua comprando milhões de dólares desta ação

A lista de Emanuel corrobora o primeiro tópico, sobre o setor de saúde, pois também contém o Omega Healthcare (OHI), com um fluxo de caixa livre estimado em 12,3%.

Para começar a investir em ações norte-americanas, crie uma conta na Passfolio, parceira oficial do Stocktimes.

Leia também:

Passfolio