Em 13 de maio, a exchange de San Francisco Coinbase publicou um relatório que mostra que investidores de criptos estão investindo em altcoins, apesar do domínio de 67% do mercado de bitcoin.

Dados da Coinbase mostram que clientes com pelo menos cinco compras de criptos, aproximadamente 60% deles compram bitcoin primeiro, mas apenas 24% permanecem exclusivamente leais ao ativo.

75% dos clientes da Coinbase compram outros ativos ao invés de Bitcoin

A Coinbase divulgou recentemente dados interessantes sobre a compra de bitcoin e ativos digitais alternativos. A empresa que começou em 2012 é uma das exchanges mais populares e é a maior do mundo em reservas realizadas.

O relatório recente apelidado de “dominância do Bitcoin ao lado do comportamento do cliente Coinbase” indica que os clientes que alavancam a exchange ainda gostam de comprar altcoins diferentes do BTC.

Coinext 760x150

 

“Entre os clientes com pelo menos 5 compras, 60% começam com Bitcoin, mas apenas 24% aderem exclusivamente ao Bitcoin. No total, mais de 75% compram outros ativos”, observa o relatório da Coinbase.

Domínio do Bitcoin por valor de mercado
Domínio do Bitcoin por valor de mercado. Fonte: Coinmetrics

A Coinbase diz que, em geral, o BTC é um “ativo de primeira linha [que] permaneceu incontestado”. Mas a empresa também vê uma tendência em que moedas digitais alternativas estão cada vez mais ganhando força.

“Isso pode ser por várias razões, mas uma é em grande parte psicológica. À medida que as pessoas se sentem bem com seus investimentos iniciais em criptografia (em Bitcoin), elas se ramificam para encontrar outros possíveis vencedores categóricos (como é evidente na bull run de 2017)”, destaca o relatório.

“O inverso também é possível, à medida que os preços caem e o medo domina o mercado (2018-2019), um voo para a segurança de criptografia levou o Bitcoin de volta à vanguarda”, destacou o relatório da empresa de São Francisco.

Domínio do Bitcoin por volume na Coinbase
Domínio do Bitcoin por volume na Coinbase

“Uma preferência de varejo para ramificar em outros ativos”

Em 2017, a Coinbase disse que ficou evidente que o domínio do BTC estava ameaçado, mas recuperou um domínio maior em 2019. Em um ponto em 2017, o domínio do BTC estava abaixo do limiar de 40%, mas saltou para 72% em 2019.

Hoje, a média dos últimos meses é de cerca de 65%. “O volume de varejo na Coinbase mostra uma maior tendência para comprar e negociar ativos alternativos”, detalhou a Coinbase. A exchange acrescentou:

“Essa tendência se deve em parte à adição contínua de novos ativos pela Coinbase, mas um corte mais profundo mostra que a volatilidade dos preços muda significativamente o comportamento do consumidor em relação aos ativos que não são BTC.

Essa tendência apareceu pela primeira vez em 2017 e agora é evidente em grandes picos. Notavelmente no final de 2019 (com Tezos, Chainlink, BAT, 0x e Stellar) e novamente no início de 2020 (dirigido por Ethereum, Tezos e Chainlink).”

Preferência de Ativos dentre usuários Coinbase
Preferência de Ativos dentre usuários Coinbase

Atualmente, apenas 60% das primeiras compras na Coinbase são BTC, 40% é outra moeda para compradores iniciantes. “A preferência do varejo de se ramificar em outros ativos mostra que novos usuários chegam às criptomoedas através do Bitcoin, mas geralmente começam a procurar altcoins. Nesse sentido, o Bitcoin também está no topo do funil para um crescimento mais amplo de cripto”, destaca o estudo da Coinbase.


Invista em criptomoedas com segurança, alta liquidez e as menores taxas do mercado.

NovaDAX: a exchange mais completa do Brasil com mais de 25 criptomoedas listadas e a melhor nota de atendimento ao cliente.

Conheça novadax.com.br