Passfolio

Analistas do banco de investimentos Morgan Stanley acreditam em uma considerável valorização para a Tesla (TSLA), empresa do bitcoiner bilionário Elon Musk.

O analista e líder de pesquisa do Morgan Stanley, Adam Jonas, atualizou seu preço alvo para as ações da montadora de carros elétricos de Musk para US$ 1.200 nesta tarde de quarta-feira (22).

Essa mudança representa uma diminuição de 100 dólares do seu alvo prévio de US$ 1.300, que é explicada pela crença de que “a entrega de carros pode ficar aquém das expectativas” no segundo trimestre. No entanto, se as ações da Tesla alcançarem os US$ 1.200 esperados por Jonas isso representaria uma alta de 70% em relação a cotação atual de US$ 708.

Cotação da Tesla TSLA
Gráfico da cotação da TSLA, que sobe 823% nos últimos 5 anos.

Para o pesquisador, as ações não devem performar tão bem quanto ele imaginava por conta de um aumento de 8,5% para 9% no Custo Médio Ponderado de Capital (WACC – Weighted average cost of capital).

Passfolio

Se o segundo trimestre realmente for mais fraco em entregas de carros, Jonas sugeriu que valeria a pena aproveitar o momento para “comprar a fraqueza”.

O analista cortou sua estimativa de entrega do segundo trimestre para 270.000 unidades de 316.000 unidades anteriormente. A Tesla atualmente domina cerca de 75,8% de participação de mercado de carros elétricos nos Estados Unidos.

Notavelmente, a empresa liderada por Elon Musk também mantém cerca de 40 mil bitcoins em caixa, o que atualmente representa um prejuízo não realizado para a empresa levando em consideração as recentes quedas da criptomoeda.

Para começar a investir em ações americanas, crie uma conta na Passfolio, parceira oficial do Stocktimes.

Passfolio