Um adolescente de Montreal está enfrentando quatro acusações criminais em conexão com um esquema de troca de SIM de R$ 210 milhões, direcionado a dois renomados especialistas canadenses em Blockchain.

O hacker de dezoito anos Samy Bensaci é acusado de fazer parte de um círculo criminoso que roubou milhões em criptomoedas ao obter acesso não autorizado a telefones celulares de usuários nos Estados Unidos e no Canadá.

O porta-voz da força policial canadense, o Sûreté du Québec, tenente Hugo Fournier, disse que a elaborada ciber-fraude de troca de SIM foi responsável pelo roubo de “50 milhões de dólares de nossos vizinhos do sul e US$ 300.000 no Canadá”.

A polícia diz que os roubos de criptomoedas, que renderam dezenas de vítimas, foram perpetrados pela quadrilha na primavera de 2018.

Entre as supostas vítimas estão o renomado empresário de Toronto, autor e chefe do Instituto de Pesquisa Blockchain Don Tapscott e seu filho Alex, um investidor, consultor e palestrante reconhecido mundialmente em tecnologia Blockchain e criptomoedas.

Juntos, pai e filho foram co-autores da Revolução Blockchain: como a tecnologia por trás do Bitcoin está mudando dinheiro, negócios e o mundo.

O criminoso foi preso, mas pagou fiança

Bensaci foi preso em Victoria, na Colômbia Britânica, em novembro e acusado de obter fraudulentamente serviços de informática, cometer fraudes acima de US$ 5.000, fraude de identidade e acessar ilegalmente dados de computadores.

Em dezembro, o adolescente foi libertado sob fiança de 200 mil dólares e recebeu ordem de morar com seus pais no nordeste de Montreal até sua próxima audiência no tribunal.

De acordo com La Presse, os vizinhos descreveram Bensaci como um jovem discreto que passa muito tempo em seu computador.

Enquanto estiver na residência de seus pais, Bensaci está proibido de acessar “qualquer computador, tablet, celular, console de jogos, incluindo PS3, PS4, Xbox, Nintendo Switch ou qualquer outro dispositivo capaz de acessar a Internet” e proibido de possuir ou trocar qualquer forma de moeda digital.

Muitos dos indivíduos supostamente alvejados pela gangue haviam participado da feira de moedas criptográficas Consensus, realizada anualmente em Nova York.

“Suspeitamos que os hackers localizem alvos durante esses eventos”, disse a vítima americana de troca de cartões SIM, Rob Ross. Ross, que foi roubado em US$ 1 milhão em criptoativos em dois ataques separados pelo hacker de 21 anos de idade Nicholas Truglia, agora gerencia o site StopSIMCrime.org.

A polícia da província de Ontário enviou um alerta sobre o golpe de troca de SIM em novembro, junto com um aviso de que os fraudadores às vezes se passam por um alvo e afirmam falsamente que seu telefone foi perdido ou roubado.

Compre Bitcoin na Coinext
Compre Bitcoin e outras criptomoedas na corretora mais segura do Brasil. Cadastre-se e veja como é simples, acesse: https://coinext.com.br