Segundo o Ether Scan, alguém pagou US$2 milhões em taxas de transação para enviar apenas US$130,00. Não é a primeira vez que isso acontece e provavelmente não será a última, veja o porquê.

US$2,5 milhões em taxas

Há 7 horas alguém enviou 0,55 Ether pagando 10.668,73185 ETH em taxas.

rede do ether

Atualmente o endereço ainda tem mais de 46.000 ETH e segundo dados do blockchain, o usuário faz trades na Bithumb, uma exchange coreana com grandes volumes de negociação.

O que fazer?

Como resultado, a SparkPool que minerou o bloco 10237208 da transação milionária já se pronunciou:

“Estamos investigando ainda mais o incidente de uma taxa tx incomumente alta e você pode fornecer dicas para [email protected] O SparkPool teve a experiência de lidar com problemas semelhantes corretamente. Haverá uma solução no final.”

afirmou a SparkPool no twitter

Em casos parecidos, a pool de mineração geralmente devolve a taxa ao usuário desatento.

Problema de UX?

As carteiras de ethereum permitem que o usuário controle a taxa de transação, que geralmente não passa de alguns dólares.

Nesse caso a taxa foi de 508.034.850 Gwei quando em outras transações a mesma carteira estava enviando sempre a mesma quantia de 60 Gwei. Talvez o usuário tenha confundido o campo de envio com o da taxa.

Segundo uma pesquisa da Foundation of Interwallet Operability (FIO), 60% dos usuários pesquisados se sentiam “desconfortáveis” ao enviar pagamentos em bitcoin.

problemas de endereço encontrados pela FIO

Alguns projetos estão começando a usar emojis para diminuir a fricção entre o usuário e o uso de endereços, como é o caso do Tari. A Samourai, por exemplo, permite a criação de PayNyms e um controle de fees mais acurado.

Samourai Wallet usando paynyms

Enquanto não tivermos a experiência do usuário como esses erros podem continuar a acontecer.