O sistema do Federal Reserve (Fed), que permite às instituições financeiras dos Estados Unidos enviarem e receberem dinheiro eletronicamente, ficou inativo por várias horas na quarta-feira, mas parecia estar voltando ao normal apenas no final da tarde. A falha ocorreu apenas dois dias depois da secretária do Tesouro e ex-presidente do Fed Janet Yellen afirmar que o Bitcoin é um “meio extremamente ineficiente de pagamentos”.

O “erro operacional”, como o banco central americano descreveu, impactou vários serviços incluindo seu principal sistema de compensação automatizada, que conecta depositários e instituições relacionadas enviando crédito eletrônico.

Um comunicado do Fed informou que tomou conhecimento de um problema por volta das 11h15. Uma pessoa em um banco de Wall Street disse que o sistema parecia estar voltando a funcionar por volta das 14h45.

O Fedwire Funds Service, o Fedwire Securities Service e o National Settlement Service retomaram o processamento e estão operando normalmente, anunciou o Federal Reserve.

O comunicado observou ainda que a falha afetou os prazos de pagamento e disse que o Fed “comunicará os esforços de remediação aos nossos clientes, quando disponíveis”. 


Quer ganhar Bitcoins?
A gente te ajuda nisso.
Abra uma conta grátis!


 

A interrupção também ocorreu na mesma semana que o presidente do Fed, Jerome Powell, falou aos legisladores do Capitólio sobre o progresso que o banco central fez em seu sistema de pagamentos focado no consumidor e os esforços para desenvolver um “dólar digital”.

“Será um ano em que nos envolveremos com o público de forma bastante ativa”, disse o líder do banco central durante uma audiência em um comitê da Câmara.

Interrupções, especialmente com o sistema ACH (de transferências bancárias), podem ter impactos abrangentes. O sistema lida com depósitos diretos de folha de pagamento, previdência Social e restituições de imposto de renda, bem como pagamentos de automóveis para hipotecas e contas de serviços públicos.

Mas diferente dos bancos tradicionais, que passam por instabilidades incontáveis vezes por conta de falhas técnicas e humanas, a rede descentralizada do Bitcoin está praticamente sempre disponível.

Segundo o site BuyBitcoinWorldWide, o Bitcoin passou aproximadamente 99,986% do tempo funcionando perfeitamente desde seu nascimento em janeiro de 2009. Em todos esses anos foram apenas duas falhas que somam 14 horas de interrupção do funcionamento normal, uma em 2010 e outra em 2013.

Leia mais: Criptomoedas ganham código próprio no Imposto de Renda de 2021


BitPreço, o maior marketplace da América Latina. Compare os preços das principais exchanges do Brasil e mundo, e compre Bitcoin, Ethereum e USDT pelo melhor preço sempre.

Crie sua conta grátis agora!