Em uma reunião aberta desta terça-feira (16), cerca de 100 desenvolvedores do Bitcoin discutiram sobre qual seria a melhor maneira de iniciar a ativação do Taproot, atualização que torna as transações mais eficientes e privadas. Não existe nada certo ainda, mas eles já decidiram algumas datas. Qual será o impacto no preço do bitcoin? Discutiremos isso ao longo do texto.

Essa discussão não é nova e já falamos sobre isso há um ano no artigo “O desafio dos devs do Bitcoin: Como atualizar uma rede descentralizada“. Dar a oportunidade para que os mineradores usem seu poder de veto para forçar diferentes atualizações, como foi tentado em 2017 com o Segwit2x é uma preocupação dos principais devs do Bitcoin.

Mas concentrar poder demais nos desenvolvedores, praticamente pressionando atualizações obrigatórias também causa angústia em parte da comunidade. Por essa razão, o programador Luke Jr considerou a reunião improdutiva, embora o único consenso não atingido tenha sido sobre o parâmetro “LockinOnTimeout”.

Esse parâmetro basicamente decide se os mineradores terão ou não o completo poder de veto do Taproot. Considerando que a melhoria no Bitcoin possui amplo apoio da comunidade, Luke e outros desenvolvedores acreditam que a melhor maneira de prosseguir com o Taproot é dando a oportunidade para os mineradores realizarem uma ativação adiantada ou não, mas sem dar o poder de veto.


Quer ganhar Bitcoins?
A gente te ajuda nisso.
Abra uma conta grátis!


 

A maior parte dos desenvolvedores, no entanto, escolheu seguir com soluções similares ao BIP9: mineradores podem atingir um consenso de 90% e ativar o Taproot ou não. Se mais de 10% dos blocos não mostrar apoio a atualização é vetada. Veja abaixo o “voto” de cada devs que resolveu opinar nessa questão.

ApelidoPressionar ativação (LOT=true)Dar aos mineradores o poder de veto (LOT=false)
belcherXX
benthecarmanXX
waxwingXX
hsjobergX
fjahrX
devrandomXX
darosiorX
andrewtothX
luke-jrX
enzyXX
viaj3roXX
achow101X
virtuX
proofofkeagsXX
nicklerXX
satosaurianX
eeb77f7f26eeeX
gg34XX
hardingX
jonatackX
poxXX
BillyXX
evankaloudisXX
virtuX
crileyXX
prayankX
debitX
MurchX
ghost43X
TOTAL1824

Se tudo der certo, teremos Taproot em julho ou agosto

Embora o modelo de consenso do Bitcoin pareça complicado e ainda haja uma discussão em aberto nesse tema, todo o resto parece ter sido resolvido. Se tudo sair como o planejado, os usuários estarão usufruindo de transações melhores e mais baratas ainda no meio do ano de 2021.

O cronograma esperado é:

  • 2021: 17-31 de março: Software de full node lançado com implantação de ativação Taproot.
  • 2021: 23 de julho: A maioria econômica é atualizada. A sinalização do minerador começa a indicar preparação para proteger a minoria econômica que ainda não fez o upgrade.
  • 2 semanas após 90% do hashrate estar sinalização positivamente: Taproot ativa.

O começo da ativação foi escolhido para o bloco 693504, por volta de 23 de julho, pois coincide com o fim do período de manutenção do Bitcoin Core 0.20, deixando os devs mais seguros de que não haverá bugs graves. Além disso, é tempo suficiente para que os participantes da rede atualizem seus softwares.

O limite de consenso em 90%, mais precisamente 1815 de 2016 blocos sinalizando apoio em um período aproximado de 2 semanas, foi escolhido para evitar que uma pequena quantidade de mineradores possa interromper a atualização. Ao mesmo tempo, sendo uma porcentagem alta o suficiente para garantir que a corrente de blocos Taproot sempre tenha uma liderança à frente de quaisquer correntes inválidas.

Por fim, outro importante motivo foi que a maior parte do hashrate do Bitcoin já sinaliza suporte a atualização de privacidade. E esse número é estimado em cerca de 90% no momento em que a reunião foi realizada. Por esse motivo, provavelmente teremos um Bitcoin ainda melhor por volta de julho ou agosto deste ano.

Qual será o impacto no preço?

A última grande atualização do Bitcoin em 23 agosto de 2017 foi seguida de uma alta histórica que levou o preço do criptoativo para as alturas. Foi implementado o segwit, uma melhoria na segurança do protocolo que deu um bônus de espaço para mais transações na criptomoeda. 

Preço do Bitcoin
Preço do Bitcoin entre 1° de agosto de 2017 até o começo de 2018. Fonte: CoinMarketCap.

Correlação não significa causa, por este motivo não podemos afirmar que o segwit resultou na alta de 2017. 

Até porque a tecnologia só ganhou tração em março de 2018, quando a marca de 30% das transações partindo de endereços segwit foi atingida. Até hoje, mais de 3 anos depois, a atualização só é utilizada pela metade das transações nos blocos.

Para Pieter Wuille, desenvolvedor do Bitcoin que propôs o segwit, “o preço é quase inteiramente não relacionado com a tecnologia”. Por esses motivos, uma alta ou baixa no criptoativo no curto prazo pode ser imprevisível.

Não temos dados históricos e muito menos a capacidade de prever o futuro. Entretanto, sabemos que o Taproot dará mais escalabilidade, privacidade e uma gama de contratos inteligentes para as transações. Ou seja, ótimas perspectivas para quem investe no longo prazo, já que a rede suportará uma adoção ainda maior. 

Se o consenso for atingido, como tudo indica que será, não veremos uma divisão da moeda como aconteceu em 2017 – quando o Bitcoin (BTC) se separou do Bitcoin Cash (BCH).

Para ter certeza sobre os rumos do Bitcoin entre no nosso canal do Telegram.


 

BitPreço, o maior marketplace da América Latina. Compare os preços das principais exchanges do Brasil e mundo, e compre Bitcoin, Ethereum e USDT pelo melhor preço sempre.

Crie sua conta grátis agora!