O parlamento australiano finalmente passou a lei de “Assistência da Telecomunicações e Lei de Acesso”, também conhecida como a lei anticriptografia.

Essa lei permite que que o governo force empresas como o Google, WhatsApp, Facebook e outros gigantes consigam acesso a comunicações criptografadas.

A nova legislação clama pelos cavaleiros do infoapocalipse, termo cunhado por Julian Assange que define os motivos que os governos utilizarão para censurar a internet.

O governo australiano argumenta que a nova legislação será de extrema importância para a segurança nacional, ajudando agências de segurança a evitar ataques terroristas, tráfico de drogas e exploração sexual.

Esse tipo de lei não é tão incomum como poderíamos imaginar, o próprio governo dos Estados Unidos tinha fortes leis anti exportação de criptografia na época da Guerra Fria.

No mapa abaixo, os países de azul são aqueles que obrigam indivíduos a cederem suas chaves criptográficas, muitos deles são países europeus, como a Inglaterra:

anti-criptografia
Países em que você é obrigado a ceder sua chave criptográfica

Ambos os partidos majoritários  concordaram em passar essa lei, que precisará passar pelo Senado antes de ser sancionada em 2019. Mas já é sabido que tanto o Partido Trabalhador quanto a Coalizão querem que essa lei passe.

Efetivamente o governo australiano tem o poder de instalar backdoors em cada empresa de tecnologia que seja de seu interesse.

O Estado australiano faz parte do grupo Five Eyes, um grupo de países que compartilham inteligência entre si, compostos por Estados Unidos, Canadá, Reino Unido e Nova Zelândia.

O grupo não apenas compartilha informações dos próprios cidadãos, mas também de países de interesse, segundo revelações de Edward Snowden, até o presidente do Brasil foi espionado. Em 2014 a Corte de Justiça Internacional ordenou que a Austrália parasse de espionar o Timor Leste,

Soluções?

Apesar dessa intromissão governamental ainda é possível utilizar-se de redes sociais descentralizadas.

Veja o post abaixo para algumas opções:

https://cointimes.com.br/foi-censurado-nas-redes-sociais-temos-uma-solucao-para-voce/

Gostou do conteúdo? Quer receber mais notícias como essa? Então se inscreva no canal do Cointimes no Youtube e siga o FacebookTwitter e Instagram.

Compre e venda Bitcoin e outras criptomoedas na Coinext
A corretora completa para investir com segurança e praticidade nas criptomoedas mais negociadas do mundo.
Cadastre-se e veja como é simples, acesse: https://coinext.com.br