Passfolio

A primeira aparição da baleia misteriosa foi em 9 de junho. Hoje (10), ela mais uma vez movimentou mais 1.000 bitcoins provenientes de 20 recompensas extraídas em blocos há mais de dez anos.

A equipe do Bitcoin News tem investigado as ações dessa baleia bitcoin desde que a perceberam em 2020. Possivelmente, os bitcoins estão sendo transferidos para uma conta de custódia ou estão sendo mantidos como “Bitcoins Virgens” para clientes VIP de alguma corretora.

Uma década de hibernação

No ano passado, após uma queda acentuada do mercado em 12 de março de 2020, também conhecida como ‘Quinta-feira Negra’, o Bitcoin.com descobriu uma grande baleia que gastou 20 blocos de recompensa consecutivos provenientes de blocos minerados em 2010.

De acordo com o cronograma organizado pela equipe, a baleia gastou a recompensa dos blocos de bitcoin minerados em 12 de março de 2020, 11 de outubro de 2020, 7 de novembro de 2020, 8 de novembro de 2020, 27 de dezembro de 2020, 3 de janeiro de 2021 (12º aniversário do Bitcoin), 10 de janeiro de 2021, 25 de janeiro de 2021, 28 de fevereiro de 2021, 23 de março de 2021 e 9 de junho de 2021. 

Passfolio

Cinco meses depois, em 10 de novembro de 2021, a baleia misteriosa mais uma vez transferiu os bitcoins de mais de 20 anos, gastando 1.000 BTC no bloco 709.029.

pesquisa
Moedas gastas em 10 de novembro de 2021 – Fonte: Btcparser.com.

Os mil bitcoins de 2010 transferidos em 10 de novembro foram descobertos por uma ferramenta de análise de blockchain chamada Btcparser.com.

Os bitcoins foram movimentados na manhã desta quarta-feira. A transferência dos 1.000 chamados “bitcoins adormecidos” também seguiu exatamente os mesmos padrões que os gastos anteriores da baleia, indicando que é provavelmente a mesma entidade mineradora de bitcoin. 

Essas recompensas de blocos específicos foram mineradas em 2010 durante os meses de agosto, setembro e outubro. Outra semelhança é o fato de que este minerador gastou o Bitcoin Cash (BCH) correspondente aos endereços bitcoin (BTC) originais de 2010.

Os 1.000 BCH foram transferidos no bloco 713.430 da rede do Bitcoin Cash. O BCH foi gasto cerca de uma hora depois que o BTC foi transferido e o BitcoinSV (BSV) vinculado às moedas permaneceu ocioso. 

“Bitcoins Virgens” para clientes VIP?

A baleia consolidou os 1.000 BTC em um endereço (assim como todas as vezes anteriores) e as moedas são então distribuídas em carteiras com 10 BTC cada. 

Por fim, a baleia também consolidou os 1.000 BCH e então as moedas foram divididas em lotes de 50 BCH por carteira. 

Em entrevista ao Bitcoin News, o criador do Btcparser acredita que as moedas podem estar indo para uma conta de garantia. 

“Quando os bitcoins são recebidos, o proprietário anterior é pago e, mais tarde, o novo proprietário começa sua distribuição entre muitas carteiras com 10 BTC cada”, disse o pesquisador.

Uma perspectiva visual da sequência de 20 blocos de 1.000 BTC gastos hoje – Fonte: theholyroger.com

A distribuição das moedas também sugere que os bitcoins poderiam ter sido transferidas para uma corretora. 

Essencialmente, os lotes de 10 BTC poderiam ser mantidos por uma corretora e usados como “bolsos para retirada”.

As moedas poderiam ser mantidas na corretora para a base de usuários VIP, já que as moedas são consideradas “virgens“. 

“Bitcoins virgens” são moedas que foram mineradas, mas nunca foram associadas a outras transações e bitcoins amarrados a ações desfavoráveis. Por isso, algumas pessoas valorizam mais esses satoshis. 

Veja também: Kevin O’Leary, do Shark Tank, diz que comprará apenas bitcoins “limpos”

A comunidade de Bitcoin ainda não tem ideia de quem é o minerador de 2010, mas está bastante claro que a entidade extraiu uma grande quantidade de bitcoin recentemente.

A transação de hoje de 1.000 chamados “bitcoins adormecidos” valia R$ 370 milhões no momento da transferência e o bitcoin cash (BCH) gasto valia US$ 3,9 milhões. 

Também é importante notar que os termos “gasto” ou “gasto” neste artigo não significam necessariamente que os bitcoins foram “vendidos” a um terceiro por moeda fiduciária ou outro criptoativo. As moedas ainda podem pertencer ao dono original. 

Leia Mais:

Passfolio