Um endereço de bitcoin anônimo movimentou mais de R$ 10 bilhões em BTC e pagou uma taxa minúscula na noite de segunda-feira.

Apesar de 44598 BTC serem movidos, uma mera taxa de 0,00001713 BTC foi incorrida – no valor de aproximadamente R$ 4,20.

A taxa média de transação do Bitcoin atingiu mais de R$ 315 quando atingiu um recorde histórico acima de 300 mil reais em abril. O custo médio caiu para R$ 57 em julho e agora está em uma média de menos de R$ 15 no momento da escrita dessa matéria.

Fonte: BitInfoCharts.

Diferente da forma que os tradicionais métodos de pagamento cobram, a rede Bitcoin não se importa com a quantia movimentada, apenas com o tamanho da transação em bytes. Uma transação de 44598 BTC pode muito bem ocupar o mesmo espaço em um bloco que uma transação de 1 BTC.

Por conta disso, movimentações bilionárias conseguem ser confirmadas na rede Bitcoin com uma taxa baixíssima, algo impossível de se realizar com um sistema centralizado como um banco.

A diferença histórica no custo médio por transação se dá por causa do congestionamento na rede, que às vezes apresenta uma demanda muito alta em um curto espaço de tempo. Como os blocos do Bitcoin só são minerados de 10 em 10 minutos, aproximadamente, podem se acumular milhares de transações não confirmadas e a taxa média subir.

Embora as taxas relativamente baixas sejam o padrão, sabe-se da ocorrência de quantias exorbitantes. Em dezembro passado, um usuário pagou por engano R$ 400.000 em taxas para enviar apenas R$ 5 em bitcoin.

Leia também: Como economizar em taxas de bitcoins

Compre Bitcoin na Coinext
Compre Bitcoin e outras criptomoedas na corretora mais segura do Brasil. Cadastre-se e veja como é simples, acesse: https://coinext.com.br