Quem nunca teve uma dívida, que atire a primeira pedra não é mesmo? Dívidas são realidade para mais da metade dos brasileiros hoje. Quando falamos que é a realidade, estamos falando de milhões de pessoas.

Endividamento é uma dor de cabeça, hoje estamos em mais de 62 milhões de brasileiros inadimplentes, aponta um levantamento da Confederação Nacional de Dirigentes Lojistas (CNDL) e do Serviço de Proteção ao Crédito (SPC Brasil).

É aquela conta que você esqueceu de pagar e corre juros, um financiamento de uma casa moto ou um carro, ou apenas uma emergência não esperada que acaba criando uma bola de neve na sua vida financeira.

Quando você vê, já está com nome sujo, negativado e ficando louco com os juros abusivos dos bancos.

Depois de ficar com nome sujo, existe uma grande dificuldade para obter crédito junto a instituições financeiras, são poucos os bancos e fintechs que disponibilizam empréstimo para quem possui restrições no CPF.

Nessas dificuldades foi criado o Banklike, um aplicativo que promete oferecer dinheiro sem juros altos e com quase nenhuma burocracia para qualquer pessoa.

O que é o Banklike?

O Banklike é um aplicativo que tem como objetivo unir duas pontes: investidores e pessoas que buscam dinheiro sem burocracia.

Ele é um aplicativo gratuito para celulares Android e iPhone (iOS) que conecta pessoas através da economia colaborativa para se ajudarem financeiramente.

O serviço junta quem está precisando de dinheiro emprestado a quem quer investir e ter segurança com esse investimento.

O empréstimo é pago por cartão de crédito de acordo com seu limite, tem juros menores que o dos bancos e operadoras de créditos.

E na outra ponta, para quem aplica seu dinheiro, o rendimento é maior que o da poupança e outros investimentos de renda fixa.

O Banklike funciona como o Uber, o AirBnb ou o DogHero, unindo oferta e demanda, mas aqui o serviço principal é o empréstimo de dinheiro. Além do custo mais baixo que serviços tradicionais, o app torna esse processo bem fácil e rápido, sem grandes burocracias.

Ficamos interessados e resolvemos pensar da seguinte maneira: e se a gente pudesse trocar uma dívida cara por uma dívida mais barata? Como ele se comporta em relação aos bancos e outros modelos de empréstimo de dinheiro?

Acompanhe o infográfico abaixo:

banlike infográfico

E aí? Gostou desse novo modelo de empréstimo de pessoa para pessoa?