Bill Gates, um dos homens mais ricos do planeta, afirmou para a Bloomberg que se os Estados Unidos tomarem as ações certas o vírus pode não atingir o pior cenário apontado pelos especialistas.

A declaração ocorre após membros do comitê de saúde de Donald Trump para a crise sugerirem que os EUA sofrerão entre 100.000 e 240.000 mortes pelo coronavírus. Gates afirmou que isso não é inevitável.

“Se corrigirmos os testes, envolveremos todos os 50 estados, estaremos abaixo disso. Claro, pagaremos um preço econômico enorme “, disse o segundo homem mais rico do mundo.

Conforme explicado pelo especialista Átila Iamarino, países que conseguiram controlar o vírus fizeram isso utilizando muitos testes e isolamento. É o caso da Coreia do Sul e também da China.

Os Estados Unidos já confirmaram 324 mil casos e 9 mil mortes segundo dados da Universidade Johns Hopkins.


Veja também: Átila Iamarino comenta estudo prevendo 1 milhão de mortes no Brasil


O bilionário também afirmou que para tudo voltar ao normal precisaremos de uma vacina.

“É justo dizer que as coisas não voltarão ao normal até termos uma vacina”, disse Gates à Fox News.


Veja o que o maior banco da América Latina acha sobre a crise e o futuro da economia:

Compre Bitcoin na Coinext
Compre Bitcoin e outras criptomoedas na corretora mais segura do Brasil. Cadastre-se e veja como é simples, acesse: https://coinext.com.br