Nesta segunda-feira (07) o bitcoin (BTC) atingiu um novo recorde desde o crash de meados de janeiro, enquanto o XRP e o SHIB foram as altcoins que mais se destacaram em 24 horas com altas de mais de 10%.

Confira no Resumo de Mercado de hoje a expectativa dos investidores do mercado tradicional que esperam alta de 0,54% da inflação em janeiro. Eu também te mostro 3 possíveis razões pelas quais o movimento positivo do Bitcoin foi impulsionado, para incrementar sua análise do mercado.

Ranking de Criptomoedas – Fonte: Coingolive.com

3 possíveis razões para a rápida ascensão do Bitcoin 

Desde a última sexta-feira, quando a criptomoeda começou sua rápida ascensão de US$ 37.500, o cenário do BTC permaneceu significativamente positivo. O Bitcoin subiu para cerca de US$ 40.000 em questão de horas pela primeira vez desde meados de janeiro.

Portanto, vou lhe mostrar 3 possíveis razões pelas quais o movimento positivo foi impulsionado, para incrementar sua análise.

  • Correlação do Bitcoin e o mercado de ações tradicional: a maioria dos gigantes da tecnologia e outros grandes nomes nos mercados legados terminaram de apresentar seus relatórios financeiros para o último trimestre de 2021. Esses são catalisadores importantes para flutuações consideráveis ​​nos mercados.
  • Melhora do cenário econômico lá fora: Agora, é importante manter o quadro geral em mente, pois mais empregos tendem a se traduzir em inflação mais baixa – algo que a ampla publicidade vem defendendo há algum tempo. Os dados recentes revelaram que os EUA adicionaram quase meio milhão de novos empregos somente em janeiro, apesar da disseminação da variante Omicron, que tende a levar as empresas à falta de empregados. Apenas para referência, o preço do BTC caiu um pouco após o relatório e depois explodiu para uma alta não vista em mais de duas semanas.
  • Desalavancagem do mercado: Os dados da CoinGlass revelam que, nas últimas 24 horas, o mercado viu US$ 220 milhões em posições vendidas liquidadas nas principais bolsas, incluindo Binance, OKEx, FTX, Bybit, Huobi, BitMEX e assim por diante. No total, mais de 80% das liquidações no último dia foram de posições vendidas que desencadearam o chamado short squeeze – uma condição de mercado em que o preço está subindo, desencadeando mais e mais liquidações que, por sua vez, desencadeiam mais impulso ascendente.
3 possíveis razões para a rápida ascensão do Bitcoin
Total de Liquidações – Fonte: CoinGlass

Neste momento, segundo o Coingolive, o bitcoin (BTC) está sendo negociado com alta de 2,34% em 24 horas a US$ 42.653. Sua capitalização de mercado está acima de US$ 800 bilhões e a dominância líquida sobre as 100 principais altcoins é de 64,25%. 

Análise on-chain: o Bitcoin esteve em queda por 82 dias 

Mercado tradicional espera alta de 0,54% da inflação em janeiro

O mercado tradicional espera alta de 0,54% da inflação em janeiro. O Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) divulgará o resultado do Índice de Preços ao Consumidor Amplo (IPCA) na próxima quarta-feira (9).

A taxa será influenciada pela decisão da Petrobras de aumentar o preço da gasolina em 4,85% e do diesel, em 8,08%. O valor médio de venda da gasolina, para as distribuidoras, passou de R$ 3,09 para R$ 3,24 por litro. Para o diesel, o preço médio saltou de R$ 3,34 para R$ 3,61 por litro.

Em ultramar, os Bancos Centrais dos dois lados do Atlântico se movem para subir o preço do dinheiro no tempo. 

Ainda que de uma forma bem cautelosa, o Banco Central Europeu (BCE) começa a se mover na direção de subir os juros, seguindo o caminho já indicado pelo FED. A retirada dos estímulos nos dois lados do Atlântico deverá tornar as condições financeiras para os países emergentes mais restritas, depois de um período prolongado de farta liquidez, e atingir sobretudo as economias mais endividadas.

Os juros mais altos tornam mais caro tomar dinheiro emprestado, o que deve botar um freio nos investimentos das empresas, desacelerando a geração de empregos e a atividade econômica como um todo.

Ripple (XRP) e Shiba Inu (SHIB) se destacam

A maioria das moedas alternativas seguiu o BTC com ganhos impressionantes nos últimos dias. Ripple e Shiba Inu tomaram o palco principal dos alts de maior capitalização. 

O SHIB explodiu mais de 20% em um dia, conforme relatado anteriormente, e está perto de US$ 0,00003. A última vez que a criptomoeda foi negociada a esses preços foi em 18 de janeiro deste ano.

O XRP, por outro lado, aumentou aproximadamente 14%. Como resultado, o ativo atingiu uma alta de três semanas em mais de US$ 0,75. O XRP ficou otimista no fim de semana. Se o impulso continuar, indicadores técnicos a curto prazo indicam uma provável uma quebra acima de US$ 0,70, de acordo com o CryptoPotato

O resultado das principais altcoins nas últimas 24 horas é o seguinte: Ethereum (+2,09%), Binance Coin (+1,87%), Cardano (+4,85%), Solana (+1,97%), Ripple (+14,32%), Polkadot (+3,24%), Terra (+4,34%), Dogecoin (+6,15%), Avalanche (+5,72%), Shiba Inu (+21,43%) e Polygon (+3,07%). 

De acordo com o CoinGoLive, a capitalização de mercado de todos os ativos cripto fica em torno de US$ 2,04 trilhões nesta segunda-feira.


Acompanhe as notícias do mercado cripto no grupo do Telegram do Cointimes (acesse) e tenha um ótimo dia de negociações.

Compre e venda Bitcoin e outras criptomoedas na Coinext
A corretora completa para investir com segurança e praticidade nas criptomoedas mais negociadas do mundo.
Cadastre-se e veja como é simples, acesse: https://coinext.com.br