O Bitcoin Cash é um dos mais famosos criptoativos, neste post você conhecerá a história e tudo o que você precisa saber antes de investir nessa criptomoeda. 

Mas antes de explicarmos exatamente tudo sobre este criptoativo precisamos introduzir o termo “fork”. 

O que é um fork no Bitcoin?

Se você já conhece a expressão e o que ela significa no mercado de criptomoedas, fique à vontade para pular para o próximo tópico. 

Fork significa literalmente “garfo”, mas também pode significar “separação em duas partes”, segundo o dicionário Oxford. No contexto das criptomoedas, o “fork” pode acontecer pelo menos de duas maneiras:

  • Fork do código: quando alguém copia o código de uma criptomoeda para criar outra;
  • Fork do blockchain: quando um usuário ou grupo criam um blockchain com transações e/ou regras diferentes, gerando uma outra criptomoeda ou uma rede paralela. 

O fork do blockchain pode ser comparado a uma bifurcação em uma estrada. Enquanto a estrada é uma só, os carros trafegam pelas mesmas regras e usam o mesmo espaço físico; quando a estrada se separa, os limites de velocidade e o tamanho da via podem divergir, os usuários estão em vias diferentes, apesar de compartilharem o mesmo caminho até aquele momento. 

Como assim? O Bitcoin usa um sistema de consenso por bloco, em outras palavras, a cada dez minutos um bloco com as transações de cada pessoa é criado. O bloco representa o tamanho da estrada e os carros, as transações. 

O bloco do bitcoin foi limitado no código a 1 MB, ou aproximadamente 7 transações por segundo. Este é um número inferior ao de redes de pagamento como Visa e Mastercard, que conseguem milhares de transações por segundo. 

Acontece que a via do bitcoin estava ficando extremamente congestionada. Eram muitas transações para pouco espaço, o que fazer? 

Continuando com o exemplo da estrada, alguns usuários queriam alargar a pista, enquanto outros pensavam em deixar a sinalização mais eficiente e criar túneis para aumentar a capacidade. Ambos compartilhavam a mesma estrada.

Alguns desenvolvedores queriam tanto alargar a estrada quanto criar novos túneis, eles propuseram então o upgrade Segwit2X que iria agradar todos os motoristas.

O que é  BCH e o nascimento da “Odebrecht do Bitcoin”  

Contudo, uma empresa de “engenharia” de blockchain não estava contente com a nova solução. Esta empresa queria criar uma estrada completamente nova, ao longo dos anos ela foi contratando os principais desenvolvedores responsáveis por manter a estrada do bitcoin.

Não apenas isso, mas ela também cooptou os principais canais de comunicação dos usuários da estrada, bloqueando a comunicação de qualquer ponto diferente dos defendidos pela empresa. 

Além disso, a nova estrada proposta por essa empresa beneficiaria os mais ricos que trafegavam milhares de carros (transações) por dia, as exchanges de bitcoin. O blockchain federado seria gerido pelas corretoras, substituindo os mineradores de bitcoin. 

 A “Odebrecht do Bitcoin” recebeu dinheiro de fundos controlados  ex-diretores do FED, Banco Central dos Estados Unidos e captou centenas de milhões para criar um blockchain paralelo. 

Alguns dos investidores da “Odecrecht do Bitcoin” são:

Glenn Hutchins: Conselheiro do presidente Clinton, participou da board do FED até 2018.

Lawrence H. Summers: foi Economista Chefe do banco Mundual de 1991 até 1993.

Barry Silbert: banqueiro que trabalhou no banco Houlihan Lokey de 1998 até 2004.

Confira mais detalhes sobre o caso:

Como surgiu o Bitcoin Cash: ameaças de morte, hacking e o futuro do Bitcoin

O principal desenvolvedor do Bitcoin foi expulso do cargo pelos contratados da “Odebrecht do Bitcoin”, Gavin Andresen recebeu do próprio criador da criptomoeda a missão de desenvolvê-la.

A briga pelo futuro desenvolvimento do Bitcoin levou a hacking em provedores de internet para tirar nodes do ar, ataques em implementações que apoiavam propostas distintas e até ameaças de morte, segundo relatado pelo jornal The New York Times na época.

Para muitos, o Bitcoin foi cooptado e por isso eles resolveram criar um fork na estrada. No dia 1 agosto de 2017 acontecia um fork, com o apoio do ex-desenvolvedor chefe do Bitcoin Core, de empresas de mineração, influenciadores como Roger Ver e empresas de pagamento e usuários cansados da censura nas redes sociais do Bitcoin.

Quem apoiava o aumento da estrada compartilhava a mesma via com quem acreditava na criação de túneis e melhoramentos na via, mas dali em diante as duas comunidades tomaram caminhos divergentes. Para diversos membros da comunidade o BCH é o “Bitcoin Original”, já na visão dos apoiadores do BTC o BCH é apenas uma moeda alternativa qualquer.

O que é o Bitcoin Cash?

O Bitcoin Cash é uma criptomoeda apoiada por ex-membros da comunidade Bitcoin (BTC), mas que conta com uma proposta de escalabilidade diferente. 

As regras do Bitcoin Cash diferem do BTC, os blocos são maiores, há mais opcodes, o desenvolvimento e atualizações ocorrem de forma mais rápida, pois o BCH tem uma comunidade menor que a do BTC. 

Com uma pequena comunidade, o consenso entre os participantes pode ser encontrado com maior facilidade. Apesar de contar com blocos maiores e parecer melhor, o Bitcoin Cash conta com alguns pontos negativos, veja no vídeo abaixo alguns deles:

Para que serve o Bitcoin Cash?

O Bitcoin Cash serve como uma criptomoeda de pagamentos baratos para a internet, um sistema Peer-to-Peer de dinheiro digital. 

para que serve o bitcoin cash

O foco da criptomoeda está descrito no White Paper original do Bitcoin:

“O que é necessário é um sistema de pagamento eletrônico baseado em prova criptográfica em vez de confiança, permitindo que quaisquer duas partes dispostas a transacionar diretamente uns com os outros sem a necessidade de um terceiro de confiança. Transações que são computacionalmente impossíveis de serem revertidas protegem os vendedores de fraude e mecanismos de escrow podem ser facilmente implementados para proteger os compradores.” – White paper do Bitcoin. 

 Devido às taxas transacionais baratas, o Bitcoin Cash serviu para ajudar milhares de famílias na Venezuela e no Sudão do Sul, dois países com sérios problemas monetários, sociais e políticos. 

A iniciativa eatBCH recebe doações internacionais em Bitcoin Cash para ajudar crianças, idosos e pessoas necessitadas. Isso é feito de forma barata e transparente graças ao sistema auditável de cadeia de blocos (blockchain). 

Crianças no Sudão recebendo doações de BCH
 Crianças do Sudão do Sul recebendo alimentos graças às doações com Bitcoin Cash

O Bitcoin Cash também permite a criação de tokens digitais de forma barata, o Simple Ledger Protocol (SLP) é fácil de usar e conta com diversos recursos e carteiras próprias. 

Além disso, devido às taxas baratas, os usuários de Bitcoin Cash conseguem ter mais opções de privacidade através de protocolos como Cashfusion. Graças ao desenvolvimento rápido, as assinaturas de Schnorr foram adicionadas ao protocolo, facilitando ainda mais quem busca um pouco de privacidade em um blockchain transparente. 

Qual a diferença entre Bitcoin (BTC) e Bitcoin Cash (BCH)?

O Bitcoin Cash conta com muitas modificações técnicas e sociais em comparação com o BTC, dentre elas:

  • Tamanho do bloco em 32 MB, podendo comportar cerca de mil transações por segundo;
  • Sistema de ajuste de dificuldade na mineração (DAA) mais elástico e desenhado para lidar melhor com quedas abrutas de hash rate em curtos períodos;
  • Linguagem script com mais códigos de operação (opcodes), possibilitando o desenvolvimento de transações mais complexas;
  • Schnorr Signatures já implementadas há mais de um ano, habilitando transações mais privadas em algumas situações;
  • Taxas menores de transação;
  • Comunidade composta principalmente de libertários que prezam pela liberdade de expressão e discussão aberta de proposta, melhorias e problemas;

O site TxStreet criou uma representação gráfica do uso dos dois blockchains e diferenças como transações por segundo, taxas, supply e outras:

Diferenças do bitcoin x bitcoin ilustrada
Fonte: TxStreet

Com todas essas funções e melhorias, o criptoativo tem visto uma apreciação de preço nos últimos meses. 

Qual a tendência do Bitcoin Cash?

A tendência de preço do Bitcoin Cash foi de alta em relação ao dólar, real e outras moedas estatais. Em um ano, a criptomoeda subiu 135,30% em relação ao USD. 

Tabela com histórico de preço do BCH
Histórico de preço do Bitcoin Cash, tendência de alta – Fonte: Coingolive 14/10/21

Sobre o direcionamento do preço futuro, é complexo prevê-lo, entretanto, podemos verificar alguns indicadores.

Tendência social do Bitcoin Cash

Esta criptomoeda tem uma das maiores comunidades do mercado de criptomoedas.

O principal fórum de discussão conta com 604 mil usuários, uma grande atividade e discussões intensas. 

O share de dominância nas redes sociais de criptomoedas chega a superar 1% em períodos de alta e debates sobre novas propostas. O valor é baixo, mas se mantém constante em comparação com criptoativos mais voláteis como SHIB e SOL. 

Dominância social x preço do BCH
Preço do BCH em verde e dominância social em roxo

A comunidade do Bitcoin Cash é composta por muitos membros que acreditam na visão do Bitcoin como moeda de pagamento diário, um substituto para o dólar. Por este motivo, o criptoativo tem uma sólida base de usuários, muitos dos quais estão envolvidos no projeto por ideologia política. 

Isso é exemplificado na quantidade de holders de longo prazo, endereços que guardaram BCH por um ano ou mais:

Porcentagem de donos das moedas de acordo com o uso

Acima é possível verificar que dentre os holders há uma crescente quantidade de usuários que usam o ativo para transações como moeda de fato. Adicionalmente, em março de 2021 a quantidade de endereços excedeu 1 milhão, após 5 meses o número mais que dobrou para 2,2 milhões.

O BCH chegou a superar a adoção de BTC em comércios físicos na Venezuela. Um claro indicador de que a proposta original da criptomoeda está sendo exercida. 

Potencial do BCH:

Enquanto o Bitcoin BTC tenta virar “ouro digital”, o Bitcoin Cash mira um mercado muito maior, o de moeda para circulação.

Em comparação, se o BTC superasse o marketcap do ouro ele seria avaliado em mais de 10 trilhões de capitalização de mercado. Já se o BCH atingir seu objetivo como moeda mais usada do mundo, ele pode alcançar um mercado de 40 trilhões de dólares. 

O mercado global de transações é gigantesco e está cada vez mais preparado para disrupções. A grande questão é se o BCH conseguirá capitalizar e suprir as necessidades do público.

Roadmap do Bitcoin Cash:

A comunidade do Bitcoin Cash discute continuamente melhorias no protocolo. 

As propostas vão de criação de um sistema de domínios, melhorias na UX por meio de “Contas Cash”, até novos Opcodes e Double Spend Proofs para dar mais segurança para transações com zero confirmação no blockchain.

Por ser uma criptomoeda descentralizada, a rede precisa passar por um consenso antes de ser atualizada, portanto, todo upgrade precisa do apoio majoritário de mineradores, desenvolvedores, usuários e empresas envolvidas para dar certo.

Quanto custa o Bitcoin Cash?

 O preço do Bitcoin Cash é decidido pelo livre mercado, ou seja, o conjunto de pessoas que negociam o ativo. Logo, o preço do BCH é variável. 

Você pode visualizar o preço deste criptoativo no site Coingolive.

Onde comprar Bitcoin Cash?

O Bitcoin Cash está disponível nas principais exchanges de criptomoedas ao redor do mundo. No Brasil, você pode encontrar o criptoativo nos seguintes sites:

Na Novadax voce pode comprar BCH diretamente por BRL. Agora que você já sabe o que é um fork e conhece toda a história da “Odebrecht do Bitcoin” não esqueça de deixar o seu comentário e compartilhar o conhecimento.

Referências:

ETC Group

Bitcon Cash.org

Whybitcoincash

**Esse texto contém a opinião do autor e ela não é, necessariamente, a mesma que a do portal.