Nesta terça-feira (09) o Bitcoin (BTC) decolou para mais um recorde de preços de US$ 68.642. Ethereum (ETH) e Cardano (ADA) são as altcoins que decidiram acompanhar a manada de touros do bitcoin até a lua. 

Confira também no Resumo de Mercado de hoje o andamento da PEC dos Precatórios na Câmara dos Deputados. O peso da inflação ainda preocupa os investidores. 

Bitcoin decola e ETH e ADA tentam acompanhar
Ranking de Criptomoedas – Fonte: CoinGoLive

Bitcoin decola para mais um ATH

Há apenas três dias, a maior criptomoeda custava cerca de US$ 60.000, e a comunidade se perguntava se ela conseguiria permanecer acima desse nível por muito tempo. Não sabiam quanto tempo duraria esta indecisão.

Porém, muita coisa pode mudar no mercado em três dias. Conforme relatado ontem, o BTC disparou em vários milhares de dólares e atingiu US$ 66.000. Estava a centímetros de quebrar seu recorde de US$ 67.300.

O FIM DO REAL BANNER

Depois de passar algum tempo abaixo desse nível, finalmente o fez e atingiu um novo pico de US$ 68.642 – R$ 380.542 nas principais corretoras brasileiras, de acordo com o CoinGoLive.

A partir de agora, o BTC retrocedeu em algumas centenas de dólares, mas sua capitalização de mercado apenas chega próximo de US$ 1,3 trilhão. O domínio sobre as altcoins aumentou ligeiramente para 41,67%.

O “orçamento secreto”


O cenário no mercado local ainda se preocupa com o peso da inflação e indefinição sobre o trâmite da Proposta de Emenda à Constituição (PEC) dos Precatórios. 

Os ativos listados na bolsa brasileira tiveram um pregão mais para o lado negativo, mesmo diante de um ambiente global mais propenso à tomada de risco, em que os principais índices em Nova York renovaram as máximas históricas.

A tramitação da PEC dos Precatórios foi posta em questão após a liminar concedida pela ministra do Supremo Tribunal Federal (STF), Rosa Weber, que suspende as emendas de relator em 2022.

A medida ameaça retirar um dos principais instrumentos de barganha do governo na negociação com os parlamentares – o aumento exponencial dessa rubrica ficou conhecido como “Orçamento Secreto” pela baixa transparência com que é feita.

No entanto, diante da expectativa de que o segundo turno da PEC será votado hoje mesmo diante do risco de judicialização, houve algum espaço para uma alta do dólar. 

Após tocar R$ 5,5978 logo de manhã, o dólar acabou moderando o ritmo de alta ao longo do pregão e fechou cotado a R$ 5,541, alta de 0,39%.

Ethereum e Cardano decolam

A segunda maior criptomoeda do mercado também decolou. Poucos dias atrás, a ETH havia caído para menos de US$ 4.500, mas os touros a empurraram para o norte. Conseguiram que a Ethereum tocasse a faixa de preço de US$ 4.857, que se tornou a nova máxima da criptomoeda.

No período de 24 horas, a altcoin com maior destaque foi a Cardano (ADA) que saltou 11,27%. Em termos de valor de mercado, ADA ainda está atrás de Solana e Tether no ranking de criptomoedas. 

O resultado das principais altcoins nas últimas 24 horas é o seguinte: Ethereum (+1,72%), Binance Coin (+0,55%), Solana (+1,19%), Cardano (+11,27%), Ripple (+0,34%), Polkadot (-0,39%), Dogecoin (-1,10%), Shiba Inu (-1,90%) e Terra (+3,29%). 

A capitalização de mercado acumulada de todas as criptomoedas está acima de US$ 3 trilhões desde ontem.


Acompanhe as notícias do mercado cripto no grupo do Telegram do Cointimes, acesse.

Compre e venda Bitcoin e outras criptomoedas na Coinext
A corretora completa para investir com segurança e praticidade nas criptomoedas mais negociadas do mundo.
Cadastre-se e veja como é simples, acesse: https://coinext.com.br