O primeiro-ministro indiano, Narendra Modi, pediu cooperação entre as democracias mundiais para garantir que criptomoedas como o Bitcoin não “acabem nas mãos erradas”, pois poderia “estragar nossa juventude”.

O comentário foi feito hoje (24) enquanto o governo da Índia redige novas regras para moedas digitais.

Modi não entrou em detalhes sobre esses temores em seu discurso feito virtualmente no Sydney Dialogue, um fórum focado em tecnologias emergentes, críticas e cibernéticas.

Segundo o Ministro, é importante que todas as nações democráticas trabalhem juntas nisso e garantam que os criptoativos não caiam em mãos erradas, para o bem da juventude.

“Pegue a criptomoeda ou o Bitcoin, por exemplo. É importante que todas as nações democráticas trabalhem juntas nisso e garantam que não caia nas mãos erradas, o que pode estragar nossa juventude”, disse Modi.

Índia se prepara para restringir criptomoedas e preços despencam no país

Modi presidiu uma reunião para discutir a abordagem da Índia para as criptomoedas, e o Economic Times disse que seu gabinete poderia receber o projeto de regulamento para revisão dentro de duas a três semanas.

Autoridades indianas disseram na terça-feira que a lei proposta permitirá “certas exceções” para promover a tecnologia das criptomoedas e suas aplicações, o que abriria espaço para a negociação de alguns ativos. No entanto, a proposta visa frear o uso das criptos usadas como moeda.

O primeiro-ministro da Índia, Narendra Modi, e vários outros legisladores, e players da indústria realizaram várias reuniões nos últimos trimestres para discutir o setor das criptomoedas. Uma das preocupações está relacionada à publicidade de bolsas de criptomoedas, consideradas “irresponsáveis” por prometerem grandes lucros aos consumidores.

As discussões regulatórias causaram pânico entre investidores indianos, e consequentemente, uma liquidação generalizada nas principais corretoras de criptomoedas da Índia. 

Em resposta a grande onda de liquidações na sua corretora, o CEO e co-fundador da CoinDCX Sumit Gupta, disse em entrevista à Business Today:

“Os preços das criptomoedas dependem das demandas do mercado e não são baseados em regiões geográficas, pois são inerentemente descentralizados e distribuídos. Devido a esta notícia, estamos testemunhando descontos significativos apenas nos mercados indianos. Os mercados globais permanecem inalterados.”

O chefe da CoinDCX disse que a indústria espera uma regulamentação positiva no futuro, avaliada pelas discussões que ocorreram entre as partes interessadas e o governo nos últimos meses. 

O co-CEO da exchange de criptomoedas Zebpay, Avinash Shekhar, disse que estão aguardando mais detalhes sobre o projeto de lei que será apresentado na sessão de inverno do Parlamento. 

“O governo deu muitos passos positivos para aprender e entender a criptomoeda e seu impacto em todas as partes interessadas – investidores, bolsas e formuladores de políticas. Portanto, estamos ansiosos por uma regulação que leve em consideração todas as contribuições dessas discussões”, acrescentou Shekhar.

Leia Mais: 

A NovaDAX está completando três anos!

Uma das maiores corretoras de criptoativos do Brasil completa três anos no mês de novembro e quem ganha é você! 

Serão até 30 moedas com taxa zero para transações e mais de 80 moedas listadas, com saque disponível na hora e alta liquidez. 

As criptomoedas com as melhores taxas do mercado! Basta ativar o programa gratuito Novawards e aproveitar taxas reduzidas em até 75%.

Conheça ainda o Cartão NovaDAX e peça já o seu.