Alter 2

Uma nova nota de pesquisa divulgada pelo Banco de Cingapura (BOS) sugere que as criptomoedas têm potencial para substituir o ouro como reserva de valor. No entanto, o relatório diz que é improvável que essas moedas digitais como o Bitcoin possam substituir as moedas fiduciárias, mesmo com o aumento de sua adoção.

“Meio de troca ineficiente”

De acordo com a nota de pesquisa, é a volatilidade das criptomoedas que as torna “um meio de troca ineficiente”. Ainda assim, como explica um relatório local, as criptomoedas têm uma chance melhor de poderem superar “obstáculos importantes como confiança, volatilidade, aceitação regulatória e riscos de reputação”. Quando esses obstáculos são superados, então essas “moedas digitais também podem ser usadas em carteiras de investidores como um potencial porto seguro para ativos e para diversificação”.

Enquanto isso, o mesmo relatório cita Mansoor Mohi-uddin, o economista-chefe do BOS, que explica que os investidores também “precisam de instituições confiáveis ​​para serem capazes de manter moedas digitais com segurança”. Uma das inovações do Bitcoin, no entanto, é justamente a possibilidade de qualquer pessoa fazer a própria custódia de seus ativos. Não importa a quantidade de valor que esteja segurando, o usuário não terá custos significativos ao fazê-lo.

Mas além disso, o economista diz que “a liquidez precisa melhorar significativamente para reduzir a volatilidade a níveis administráveis”. Embora o valor do bitcoin tenha subido mais de 300% no ano passado, o ativo digital experimentou grandes flutuações de preço ao longo do ano. Em um ponto, o ativo caiu em mais de 40% em um dia que ficou conhecido como Quinta-feira Negra. 


Quer ganhar Bitcoins?
A gente te ajuda nisso.
Abra uma conta grátis!


 

Usando essa queda de preços como exemplo, Mohi-uddin conclui que o bitcoin está de fato “correlacionado com ações e outros ativos de risco, em vez de ser negociado como um porto seguro anticíclico”.

De acordo com a avaliação do economista, isso significa que o criptoativo “provavelmente será despejado por investidores durante um colapso do mercado, como ocorreu no início da pandemia em março de 2020.”

Investidores institucionais e liquidez

Enquanto isso, o BOS sugere que o aumento da participação nos mercados de criptomoedas por investidores maiores pode ser uma forma de resolver o desafio da liquidez. O banco diz:

“O aumento da participação de investidores institucionais, como gestores de ativos com horizontes de tempo de prazo mais longo do que os compradores de varejo ou fundos de hedge, pode ajudar a aumentar a liquidez, diminuir a volatilidade e fazer com que a ação dos preços seja conduzida mais pelos fundamentos do que pela especulação.”

Com relação à função potencial das moedas digitais como alternativas ao dinheiro fiduciário, a nota de pesquisa do BOS considera seus riscos de reputação um impedimento. Além disso, Mohi-uddin argumenta que os governos mostraram sua relutância em adotar uma tecnologia que “poderia potencialmente substituir as moedas nacionais”. Além disso, ele diz que os governos podem não tolerar tecnologias que restringem a “capacidade dos formuladores de políticas de imprimir dinheiro durante crises econômicas”.

Você concorda com o Banco de Cingapura que as criptomoedas não substituirão as moedas fiduciárias? Deixe sua opinião na seção de comentários abaixo.


 

BitPreço, o maior marketplace da América Latina. Compare os preços das principais exchanges do Brasil e mundo, e compre Bitcoin, Ethereum e USDT pelo melhor preço sempre.

Crie sua conta grátis agora!