Nesta sexta-feira (01) o mercado de criptomoedas colore-se de verde, já que o Federal Reserve dos EUA afirmou que não tem planos de proibir quaisquer ativos digitais.

Após as discussões políticas, o preço do bitcoin saltou 12,10% ultrapassando com folga o importante nível de US$ 45.000. A maioria das moedas alternativas também registrou ganhos diários significativos, com o Ethereum (ETH) subindo acima de US$ 3.200 e o Binance Coin (BNB) acima de US$ 410.

Fonte: CoinGoLive.com.br

Bitcoin

O temor entre os investidores de Bitcoin têm diminuído nas últimas 24 horas, segundo aponta o índice de Medo&Ganância. Dois dias atrás, o bitcoin havia caído abaixo de US$ 41.000 pela terceira vez desde o início da semana e a situação parecia sombria. Entretanto, hoje alguns indicadores já sinalizam pequenas melhorias.

Fonte: alternative.me/crypto/fear-and-greed-index/ 

No entanto, poucas horas atrás o BTC disparou e ultrapassou com folga o nível de preço de US$ 45.000. Isso aconteceu logo depois que o presidente do Federal Reserve dos EUA – Jerome Powell – disse durante uma reunião de duas horas do Comitê de Serviços Financeiros da Câmara que o país não tem intenções de proibir criptomoedas.

Leia também: EUA pode dar calote pela primeira vez na história, alerta Janet Yellen

Enquanto isso, os venezuelanos se preparam para a entrada na economia do bolívar digital, a moeda com menos 6 zeros que servirá para facilitar as contas enquanto o poder de compra da sua moeda é corroído pela hiperinflação.

Leia também: Venezuela reabre cassino que agora aceita tokens de Axie Infinity, BTC e ETH

Como resultado, o bitcoin atingiu seu nível atual de US$ 48.249 – R$ 261.154 nas principais corretoras brasileiras, que é o maior em uma semana. Consequentemente, sua capitalização de mercado aumentou para US$ 915 bilhões e sua dominância sobre as altcoins também aumentou para 42%, segundo o CoinGoLive

Altcoins

A maioria das moedas alternativas de maior capitalização permaneceu estagnada nos últimos dias. Porém, este não é o caso agora. O aumento diário de 9,6% levou a segunda maior criptomoeda para mais de US$ 3.200 a partir de agora. Ethereum (ETH) é negociada a R$ 17.722 nas principais corretoras brasileiras. 

Cardano (ADA) também caiu forte durante a semana, mas atualmente está sendo cotada a US$ 2,23, após um salto de 6,83%. Binance Coin (BNB), que teve o melhor desempenho ontem entre as altcoins, continua a impressionar novamente com um aumento de 11,08% para mais de US$ 415. 

O resultado das principais altcoins nas últimas 24 horas é o seguinte: Ethereum (+9,60%), Cardano (+6,83%), Binance Coin (+11,08%), Ripple (+8,63%), Solana (+9,06%), Polkadot (+10,18%), Dogecoin (+9,47%), Terra (+12,92%), Avax (+3,56%), Uniswap (+12,56%) e Chainlink (+8,31%).

A capitalização de mercado acumulada de todas as criptomoedas saltou para US$ 2,1 trilhões desde ontem.


Acompanhe as notícias do mercado cripto no grupo do Telegram do Cointimes, acesse.

Compre Bitcoin na Coinext
Compre Bitcoin e outras criptomoedas na corretora mais segura do Brasil. Cadastre-se e veja como é simples, acesse: https://coinext.com.br