A carteira de Bitcoin focada em privacidade mais conhecida do mercado, Wasabi Wallet, anunciou que irá começar a recusar bitcoins ligados a atividades ilegais.

O anúncio veio na tarde do domingo (13), quando o perfil oficial da Wasabi publicou: “O coordenador da zkSNACKs começará a recusar certas UTXOs [saídas não gastas de BTC] de se registrarem em conjoins.”

A zkSNACKs é a empresa por trás da carteira focada em privacidade e coinjoins são ferramentas que misturam moedas de bitcoin para prover um nível de anonimato maior, escondendo o verdadeiro dono das saídas de BTC (moedas não gastas, UTXOs).

Dentro do rol de atividades proibidas pelos termos de uso da Wasabi (possivelmente aquelas que as moedas não podem estar ligadas para participar de um coinjoin da carteira) está a negociação de narcóticos, itens que violam propriedade intelectual, conteúdo adulto explícito, pirâmides e esquemas de enriquecimento rápido, etc.

Atividades proibidas para a Wasabi Wallet.
Atividades proibidas para a Wasabi Wallet.

Esse movimento vai no sentido contrário do que o projeto Wasabi parecia defender, que é a fungibilidade do Bitcoin: suas ferramentas dificultavam a ligação de cada UTXO com um histórico ou indivíduo a fim de promover um valor igual para cada unidade de BTC.

Tanto que o próprio fundador da Wasabi, Adam Fiscor (“nopara73” no Twitter), explicou a medida como “as listas negras chegando ao coinjoin”. As chamadas “listas negras” já eram utilizadas em serviços altamente regulados como corretoras, que recusam certas transações baseadas em análises de risco como a da Chainalysis.

“Na minha opinião é um grande passo para trás para a fungibilidade do Bitcoin”, disse Fiscor.

Outro membro da equipe da Wasabi esclareceu que não estava se juntando à Chainalysis para reportar transações suspeitas, mas também afirmou que não estava feliz com a medida:

“​​Nós estamos tentando proteger a empresa e o projeto ao minimizar a quantidade de hackers e golpistas usando o coordenador e nos colocando em problemas. Isso deve ser direito da empresa, mas acredite em mim, nenhum de nós está feliz em relação a isso.”, comentou Rafe (BTCParadigm).

“Essa é a aparência do autoritarismo.”, tuitou BTCDragonLord, outro membro do time Wasabi que não concordou com a decisão.

O coordenador da zkSNACKs, que escolheu por se proteger de possíveis rebordosas das autoridades, não é a única opção para realizar coinjoin na carteira Wasabi. Os usuários podem se ligar em diferentes coordenadores para a mixagem de moedas, mas a tarefa mais difícil é encontrar liquidez fora do coordenador principal.

As alternativas à Wasabi como Samourai Wallet, Sparrow Wallet e JoinMarket se consolidam como algumas das maiores carteiras de Bitcoin anti-censura até o momento.

Além disso, a criptomoeda focada em privacidade Monero evita esses problemas e complexidades para usuários que rodam o próprio full node da rede.

A NovaDAX está cheia de novidades!

Uma das maiores corretoras de criptoativos do Brasil agora ZEROU as taxas para saque em real!

A NovaDAX também conta taxa zero para transações de Bitcoin e mais de 110 moedas listadas, com saque disponível na hora e alta liquidez. 

As criptomoedas com as melhores taxas do mercado! Basta ativar o programa gratuito Novawards e aproveitar taxas reduzidas em até 75%.

Conheça ainda o Cartão NovaDAX e peça já o seu.