O CEO da FTX, Samuel Bankman-Fried (Sam, ou SBF), fez uma thread em seu twitter às quatro da manhã, comentando sobre a invasão russa e os possíveis efeitos no mercado.

Samuel Bankman-Fried – SBF, ou apenas Sam

Mais conhecido como Sam, ou por suas iniciais, SBF, Samuel Bankman-Fried é um empresário norte-americano que assumiu a posição número #32 na lista dos mais ricos do mundo em 2021, na Forbes, com um patrimônio avaliado em US$ 22,50 bilhões.

Sam construiu sua riqueza ao identificar ótimas oportunidades de arbitragem no mercado de criptomoedas em 2018, fazendo operações diárias de US$ 25 milhões entre exchanges de diferentes países e com o apoio de investidores em sua aventura financeira.

Em 2019 SBF fundou a FTX, uma exchange “criada por traders, para traders”.

Sam (SBF) dormindo no meio do escritório da FTX com roupa e meias em almofadas, enquanto outros funcionários estão trabalhando.

Samuel é conhecido por ser ao mesmo tempo extremamente inteligente, humilde, simples e altruísta. De acordo com um documentário recente, Sam afirmou que o principal motivo para construir sua riqueza, era ter a capacidade de praticar a filantropia e fazer doações bilionárias para instituições de caridade. Que ele faz.

A própria FTX tem uma política interna de doar todos os meses 1% de seu faturamento.

Invasão russa e “alguns pensamentos sobre criptomoedas, Ucrânia e ações”

Na madrugada desta quinta-feira, após a notícia de invasão russa na Ucrânia, Sam publicou uma thread com alguns pensamentos e opiniões pessoais sobre o assunto e traduzimos na íntegra para você entender melhor o que essa mente brilhante e sensata pensa.

Ele começa deixando bem claro que isso não é uma recomendação financeira ou de investimento, mas apenas sua opinião.

“E mais importante, pode haver guerra. Isso é muito ruim para o mundo. Foda-se todas essas coisas de preço. Vá lá fora e faça algo de bom para alguém. (…) Sério, faça algo legal. O mundo precisa disso. Eu vou esperar.”

“No último dia, o S&P500 caiu cerca de 4% e o BTC caiu cerca de 8%. Por quê? Bem, quero dizer, por causa do óbvio. Faz sentido que as ações estejam em baixa. A guerra é, geralmente, ruim.

O que o BTC deveria estar fazendo aqui?

“Bem, por um lado, se o mundo ficar pior, as pessoas têm menos dinheiro livre. Basicamente, vender Bitcoin – junto com ações, etc. – para pagar pela guerra. Por outro lado, isso provavelmente é desestabilizador para as moedas do Leste Europeu.”

“E, de forma mais geral, para os sistemas financeiros do Leste Europeu. O que significa que eles podem estar procurando alternativas. Se você estivesse na Ucrânia agora, onde você confiaria seu dinheiro?”

gráfico mostrando a moeda ucraniana

“Portanto, há argumentos nos dois sentidos para o que deveria estar acontecendo com o BTC agora. Não tenho certeza se teria imaginado que cairia tanto, ao levar em conta os fundamentos. Mas caiu, muito! Por quê?”

“Bem, digamos que existam 2 tipos de pessoas no mundo: investidores fundamentais e seguidores de algoritmos. Os investidores fundamentais observam a situação e não têm certeza de qual direção o BTC/USD deve se mover. Os seguidores do algoritmo consultam os dados.”

Historicamente, qual é a tendência?

“Bem, no ano passado, houve uma correlação muito alta entre criptomoedas e ações. A principal razão é a política monetária: movimentos nas expectativas de inflação e taxas de juros alteram o USD e outras moedas fiduciárias.

Mais inflação –> criptomoeda + ações em alta vs USD.

“E assim os algoritmos analisam os dados e decidem com base em que o BTC deve estar 80% correlacionado ao S&P500, com um beta de 4 (ou seja, se o S&P500 se mover 1%, o BTC se moverá 4%).”

Então a invasão russa acontece

“Os investidores fundamentais são neutros, mas os investidores algorítmicos veem o S&P500 cair 4% e, portanto, esperam que o BTC caia 4*4%=16% com base em estudos históricos. Há um empurrão e um puxão, com investidores fundamentais comprando e investidores algorítmicos vendendo; na rede, o BTC acaba no meio do caminho, caindo 8% no dia. Então, quem está ‘certo’?”

“Bem, eu não sei.”

“Talvez o investidor algorítmico esteja: talvez nós pensemos que se trata de sistemas financeiros, mas na verdade o efeito dominante é apenas tudo sendo vendido para financiar guerras, mas talvez não estejam certos: talvez estejam baseando seus julgamentos em movimentos de política monetária.”

“Mas este não é um movimento de política monetária. Então o BTC cai 8%, metade dos 16% que os investidores algorítmicos preveem. Nesse ponto, o modelo deles atualiza um pouco – o BTC caiu menos do que 4x que eles previam – e um ciclo começa. Talvez…”

“Ou talvez o efeito real aqui não tenha nada a ver com nenhuma dessas coisas. Talvez seja liquidez.”

“Se você é avesso ao risco, talvez esteja vendendo o que tem agora, porque quem sabe o que vai acontecer. E os mercados estão ilíquidos agora – quem está comprando ativos voláteis?”

“De qualquer forma, ninguém sabe o que vai acontecer – qualquer coisa pode se passar e eu não quero fingir que sei o que vai acontecer, mas também acho que provavelmente estamos em um regime diferente do que no último ano e meio. Vamos ter que ver como as coisas seguem a partir daqui.”

“E novamente, vá fazer algo de bom para alguém. O mundo precisa disso agora mesmo.”

Leia mais:

Compre Bitcoin na Coinext
Compre Bitcoin e outras criptomoedas na corretora mais segura do Brasil. Cadastre-se e veja como é simples, acesse: https://coinext.com.br