O CEO do PayPal, Dan Schulman, gravou um vídeo testando o novo serviço relacionado a criptomoedas do seu aplicativo de pagamentos. Ainda disponível apenas nos Estados Unidos, o PayPal anunciou nesta manhã que permitirá que usuários liquidem suas posições em criptoativos para realizarem compras nas milhões de lojas integradas ao PayPal ao redor do mundo.

Em um passo a passo, Schulman visitou o site do Bronco Western Wear para adquirir um par de botas. Depois de escolher seu tamanho, ir para a página de checkout e fazer seu pedido, ele escolheu Bitcoin para pagar sua compra de US$ 299.

O executivo explica que a criptomoeda agora pode ser usada perfeitamente como uma fonte de financiamento, em vez do saldo do PayPal ou cartão de crédito.

Neste novo serviço do PayPal, o sistema automaticamente vende as criptomoedas do comprador e entrega o valor em dólares para o lojista. Por um lado, isso difere da notícia da Tesla anunciando que irá receber e manter os bitcoins recebidos, mas a vantagem é que da noite para o dia todos os comerciantes do PayPal estarão automaticamente aceitando criptomoedas, mesmo que não sejam pessoas interessadas no assunto.


Quer ganhar Bitcoins?
A gente te ajuda nisso.
Abra uma conta grátis!


 

Vale notar também que, em caso do cliente precisar de reembolso pela compra, receberá o saldo em dólares e não em bitcoin ou outra cripto. Dependendo da volatilidade do BTC, isso pode ser benéfico ou prejudicial para o consumidor, o que contrasta com os termos e condições para comprar um Tesla com bitcoin, que é sempre prejudicial para o bitcoiner em caso de reembolso.

Pessoalmente, Shulman detém bitcoin há anos, mas o PayPal se aventurou no mercado de criptomoedas apenas no final de 2020, permitindo que seus clientes comprassem e mantivessem ativos digitais pelo aplicativo.


BitPreço, o maior marketplace da América Latina. Compare os preços das principais exchanges do Brasil e mundo, e compre Bitcoin, Ethereum e USDT pelo melhor preço sempre.

Crie sua conta grátis agora!