Breaking News  
Tether ajudou a alavancar preço de criptomoedas Bitcoin

Tether ajudou a alavancar preço de criptomoedas

Criptoativo emitido pela Bitfinex tem grande influência sobre os movimentos do mercado.

Lucas Bassotto
Lucas Bassotto

Você provavelmente já deve ter ouvido falar de Tether no mercado de criptomoedas. Que tal entender mais sobre este token que está provocando uma grande incerteza no mercado? Neste post iremos buscar entender o que é o Tether, quais são as suas vantagens e os seus problemas. Além disso, vamos entender os movimentos no mercado que são provocados possivelmente pela emissão de novas unidades de Tether.

O que é Tether?

O Tether é um token ERC-20 que representa moedas reais em um mercado de moedas digitais e blockchain. O projeto foi fundado em 2015 e possui atualmente dois tokens: o USDT e o EURT, que são análogos ao Dólar e Euro, respectivamente. O token está estreitamento relacionado à Bitfinex. Em primeiro lugar, o Tether foi baseado no sistema de Blockchain do Bitcoin, mas em junho de 2017, ocorreu uma transição para o Litecoin. O site da criptomoeda pode ser acessado AQUI, no entanto está em inglês.

Quais as vantagens e desvantagens do Tether?

O preço do Tether sempre será pareado 1:1 com a moeda que ele representa, de tal forma, 1 USDT será sempre igual a 1 USD. O objetivo do Tether é ser uma moeda estável que representa moedas fiduciárias no mundo digital. Segundo o projeto, cada Tether está 100% lastreado pela moeda que ele representa, seja em dólar ou euro. O Tether facilita a movimentação de fundos entre Exchanges que aceitam este tipo de Token, oferecendo liquidez ao mercado.

No entanto, o mercado nos últimos meses foi atingido por notícias de possíveis manipulação de preços no mercado de criptomoedas utilizando o Tether. A comunidade começou a questionar se os Tethers de fato são 100% lastreados. Muitas pessoas acreditam que eles são apenas tokens criados a partir de nada. A falta de uma auditoria externa compromete a transparência do Tether e provoca incerteza no mercado. Uma vez que não há provas concretas de que de fato os Tethers estão ancorados ao Dólar ou Euro. Este é um gráfico da capitalização do Tether entre 2016 e maio de 2017:

O crescimento do Tether

Desde maio de 2016, a capitalização do Tether aumentou muito rapidamente. No final de agosto de 2017 sua capitalização era de quase US$320 milhões. Em 2016 não houve grandes movimentações usando esta criptomoeda. No entanto, desde abril de 2017 a Bitfinex rejeita transações com moedas fiduciárias, isto é, moeda corrente. Abaixo segue um gráfico que mostra o crescimento quase exponencial do Tether:

tether marketcap
Gráfico gerado em: Coinmarketcap

O crescimento é devido principalmente às suas emissões ocorridas durante o ano de 2017. Seu crescimento também é dado pela sua adoção em grandes exchanges como a Bitfinex. No entanto, como foi dito anteriormente, não há provas concretas de que os Tethers são de fato 100% lastreados. Isso causa grande desconfiança no mercado, principalmente quando as notícias começaram a sair nos principais portais de notícias. A principal suspeita é a hipótese de que o Tether estaria sendo usado para manipulação do preço de criptomoedas.

Dúvidas

No ano passado, o Bitcoin ganhou um grande espaço na mídia, o que provocou um grande aumento na sua demanda. Logo, um aumento de preço é natural, visto que o Bitcoin é escasso e não pode ser emitido indefinidamente. No entanto, há a crença de que o aumento de volume nas negociações de Bitcoin e criptomoedas em geral foi também provocado por operações baseadas em Tether. 

Ou seja, pumps artificiais que foram provocados por uma token sem transparência ou qualquer tipo de comprovação. Essa constatação, além de outros fatores, fez com que o mercado desabasse de dezembro de 2017 até a data de hoje. O fato é que muitas criptomoedas são negociadas no par do Bitcoin, por exemplo, o Ripple era negociado apenas entre BTC-XRP. O BTC por sua vez é negociado no par BTC-USDT.

Manipulação de criptomoedas?

O que impede as exchanges de realizar alavancagem no volume de criptomoedas utilizando Tether? Essa foi a pergunta que o mercado se fez no final do ano passado. Com as notícias relatando falta de transparência na companhia que gerencia a Tether, muitas pessoas liquidaram suas posições. O que provocou uma grande queda na cotação desde então. Abaixo segue o gráfico da capitalização do Tether:

tether bitcoin
Market cap Tether – Fonte: CoinGecko

Observe o aumento exponencial que ocorre especialmente no segundo semestre de 2017. Foi um momento no qual o mercado experimentou uma reversão de tendência de baixa para alta. Ou seja, o mercado entrou em Bullish a partir de julho. A hipótese é que o aumento da capitalização do Tether aumentou o preço do Bitcoin no ano assado. Experimentando altas cada vez mais significantes até chegar ao seu limite em dezembro.

tether bitcoin preço
Gráfico da cotação do BTC – Gerado em: CoinGecko

Há uma possível correlação entre ambos os gráficos, quando os Tethers foram emitidos no segundo semestre de 2017, houve uma corrida nos preços de Bitcoin, que fez com que sua cotação chegasse até a máxima de USD 19.666 nos principais mercados. No entanto, a capitalização do Tether em Dezembro permanece constante e, as notícias sobre a falta de lastro do Tether atingem o mercado, o que provoca desconfiança nos agentes do mercado, fazendo com que o preço do Bitcoin caia drasticamente. Abaixo segue um gráfico que expõe o Volume do Bitcoin de acordo com a moeda. Veja a dominância do Tether no mercado:

tether volume

Metodologia

Estabelecida a hipótese, procurei uma maneira de calcular a correlação entre as duas variáveis: preço do btc e volume do tether. Para isso, fui até o CoinGecko e baixei os dados do Tether e do Bitcoin. Diante das evidências, eu resolvi utilizar o Python, pois é uma opção rápida e segura de efetuar os cálculos. No entanto, tenho de fazer um pequeno disclosure: foram utilizadas apenas duas variáveis, por conta disso, sabemos que os cálculos podem apresentar limitações. A vida real é muito mais complexa e eventos não são explicados pela relação entre duas variáveis. O aumento do preço do BTC no fim do ano passado, por exemplo, se deveu a outros fatores além do MarketCap do Tether. Para explicar as outras variáveis seria necessária uma regressão linear múltipla, o que não está destacartado para posts futuros.

No entanto, eu só queria calcular a correlação entre as duas variáveis. Para isso, utilizei o Método de Correlação de Pearson para chegar aos resultados. Além disso, utilizei dois tipos de períodos na coleta dos dados: diário e mensal. Em ambos os períodos, a correlação positiva entre Market Cap de USDT e Preço do BTC foram fortes.

pearson tether correlação

Quanto mais próximo o p chegar a 1, mais forte será a correlação. Se o resultado se aproxima de 0, a correlação é fraca ou quase inexistente. No entanto, se chegar próximo a -1, a correlação será forte negativamente entre as duas variáveis.

Cálculo

Primeiramente no período mensal, a correlação entre MarketCap e Preço Diário médio do BTC foi de 0.758184. O que pode ser interpretado como uma correlação forte, conforme eu já suspeitava. Entretanto, não satisfeito, resolvi utilizar uma amostra maior, diante disso, achei que esse número tenderia a diminuir. Para a minha surpresa, a correlação foi de 0.856295, o que se aproxima de ser uma correlação muito forte. A conclusão é que há uma correlação forte entre ambas as variáveis. Basta observar que conforme o Market Cap do Tether ia aumentando, o preço do Bitcoin também subia com o passar do tempo.

correlação tether bitcoin
Scatter Plot (Market Cap USDT – BTC) – Feito com Plot.ly

 

O Tether alavancou o preço das criptos em geral?

A resposta é não, há inúmeros fatores que ajudam a explicar o aumento do preço das criptomoedas em geral. Fatores estes que não foram explorados neste breve estudo, tais como: euforia, crescimento da adoção, novos players e exposição na mídia. No entanto, um fato inegável é que o Tether ajudou a alancar o preço das criptomoedas de fato. Um grande problema neste cenário é a falta de transparência e auditoria em relação ao token.

Além disso, o aumento da demanda por criptomoedas pode ajudar a explicar o aumento da capitalização do Tehter. Contudo, apenas isso não é o suficiente para explicar com clareza se a capitalização do Tether é de fato veromíssil. É preciso uma auditoria externa para verificar se o token está de fato lastreado em Dólar e Euro.

O Tether é o culpado por esta grande correção?

Também não, apesar de haver apenas suspeitas de manipulação com o Tether, o mesmo não deve ser o único culpado de uma correção de mais de 70%. Conforme dito anteriormente, durante o pico do mercado muitos problemas do Bitcoin foram expostos, o principal foi a falta de escalabilidade. Ou seja, os blocos de apenas 1mb se mostraram insuficientes para armazenar milhares de transações, o que acarretou em taxas cada vez mais caras, o que inviabilizava seu uso como meio de pagamento.

Este problema de escalabilidade provocou também um sentimento de desilusão aos compradores de primeira viagem. Muitos da utilidade e viabilidade do Bitcoin em um sistema financeiro global. Muitos deles se fizeram a pergunta: “Como este ativo vai revolucionar o sistema financeiro se as taxas são inviáveis?”. Somando-se este sentimento de desilusão às notícias de possíveis manipulações de Tether, muitos compradores entraram em pânico e se desfizeram de seus Bitcoins com a mesma velocidade que compraram, provocando uma grande queda no volume e na cotação.

Lucas Bassotto
Lucas Bassotto

Sou Lucas Bassotto, graduando em Economia. Um grande entusiasta do mundo da criptoeconomia. Atualmente trabalho na Foxbit produzindo conteúdo.